Veja como está a menina da Índia que nasceu com 3 pernas

de Gustavo Teixera 0

Uma menina da Índia chamada Choity Khatun, de três anos de idade nasceu com uma terceira perna ligada à sua pélvis.

Isso aconteceu porque partes do corpo de seu irmão gêmeo acabaram crescendo dentro dela. Devido a essa condição, Choity precisava realizar uma cirurgia complexa. Médicos especialistas de Bangladesh acreditaram que a garota tinha poucas chances de sobreviver a cirurgia e, portanto, ela acabou indo para a Austrália com o apoio e suporte da organização beneficente Children First Foundation.

indiana-nasceu-com-3-pernas-1

Em Melbourne, na Austrália uma nova equipe de médicos estudou por meses um procedimento para remover o membro extra. O problema é que não há regras para isso porque ela é um indivíduo muito único, então é preciso trabalhar com o que está ali”, disse Chris Kimber, o cirurgião pediátrico do Hospital Pediátrico Monash. O médico também apontou que a cirurgia deveria ser determinada pelas particularidades do corpo da garota, o que fazia com que fosse algo único.

indiana-nasceu-com-3-pernas-2

Antes de realizarem a cirurgia, os médicos australianos tiveram algumas discussões com os médicos de Bangladesh para saber se novas cirurgias para remover o membro seriam possíveis. Além disso, a operação seria muito complicada, pois a garota também possuía dois retos, duas vaginas e dois úteros. Depois de um bom tempo planejando e de uma equipe contendo oito médicos especialistas em reconstrução genital e pélvica, o procedimento foi feito em novembro de 2016.

indiana-nasceu-com-3-pernas-3

Após 8 horas de cirurgia, a terceira perna foi removida com sucesso, além de reconstruírem corretamente a região afetada. Segundo o Dr. Chris Kimber, Choity, superou a desnutrição e já consegue andar tranquilamente. Ele também acredita que quando ela crescer precisará de algumas cirurgias para readequar seu corpo.

Diante da recuperação de sua filha, a mãe de Choity mostrou que estava muito feliz: Tudo está bem agora… ela pode brincar como qualquer outra criança”, disse Shima Khatun, de 22 anos.

[ BBC ] [ Fotos: Reprodução / BBC ]

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Jornal Ciência