Maranhão confirma oficialmente 1º caso da variante da Índia no Brasil

A OMS rotula a nova variante indiana como “preocupante”

de Redação Jornal Ciência 0

A informação veio da Secretaria de Saúde do Maranhão nesta quinta-feira (20/05). Trata-se do primeiro caso registrado oficialmente no Brasil da nova variante da Índia do coronavírus.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

De acordo com órgão, a nova cepa foi identificada em um paciente de 54 anos que chegou da Índia e foi hospitalizado na rede particular em São Luís, semana passada.

A identificação também ocorreu nos tripulantes que chegaram no navio MV Shandong da empresa ZHI. A coleta do sangue dos tripulantes foi levada para análise e sequenciamento genético buscando identificar a nova variante.

As análises foram feitas no Instituto Evandro Chagas, em Belém, no Pará.

A nova variante foi a responsável pela contaminação em massa e casos graves que levaram a Índia ao colapso hospitalar e funerário. Foto: Reprodução / Exposure Visuals / Shutterstock.com

Ao total, 15 casos foram confirmados com Covid-19. As 6 amostras enviadas ao instituto deram positivo para a nova variante indiana. O navio está em quarentena visando conter a propagação da variante.

Acredita-se que 100 pessoas tiveram contato com os tripulantes indianos infectados com a mutação.

É importante lembrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a nova variante da Índia como preocupante — motivo que levou o país a explodir em casos de contaminação e bater vários recordes seguidos com mais de 4.000 mortes diárias.

Fonte(s): Portal R7 Imagens: Reprodução / Manoej Paateel / Shutterstock.com

Jornal Ciência

no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Obs: É necessário salvar nosso número e enviar “olá” para validar o cadastro. São milhares de leitores. Aproveite. É grátis!

Jornal Ciência