Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Em conferência, Bill Gates afirma novamente que outra pandemia virá em breve

Bill Gates disse que apesar dos riscos graves da Covid-19 terem “diminuído drasticamente” no mundo, outra pandemia é quase certa de ocorrer

de Redação Jornal Ciência 0

Falando a Hadley Gamble, da CNBC, na conferência anual de segurança de Munique, na Alemanha, Bill Gates, copresidente da Fundação Bill & Melinda Gates, disse que uma nova pandemia em potencial provavelmente vai ocorrer de um microrganismo diferente do da família do coronavírus.

Mas ele acrescentou que os avanços na tecnologia médica devem ajudar o mundo a fazer um trabalho melhor de combate desta vez — se os investimentos forem feitos agora, salientou.

“Teremos outra pandemia. Será um microrganismo diferente dessa vez”, disse Bill Gates durante a conferência.

Dois anos após o início da pandemia de coronavírus, Bill Gates já havia dito que a gravidade da Covid-19 diminuiria à medida que uma grande parcela da população adquirisse imunidade. Ele também afirmou isso sobre a última variante que surgiu, a Ômicron.

No entanto, Bill Gates ressaltou que em muitos lugares isso ocorreu pelo próprio vírus, que criou um nível de imunidade e “fez um trabalho melhor em chegar à população mundial do que as vacinas” — uma afirmação polêmica.

“A chance de doença grave, que está principalmente associada a ser idoso e ter obesidade ou diabetes, esses riscos agora são drasticamente reduzidos por causa dessa exposição à infecção”, disse ele.

Bill Gates disse ainda que já é “tarde demais” para atingir a meta da Organização Mundial da Saúde de vacinar completamente 70% da população global até meados de 2022. Atualmente 61,9% da população mundial recebeu pelo menos uma dose de uma vacina Covid-19.

Ele acrescentou que o mundo deve se mover mais rápido no futuro para desenvolver e distribuir vacinas, pedindo aos governos que invistam agora.

Ele explicou que da próxima vez que tentarmos vacinar pessoas, em vez de 2 anos, poderemos fazer isso em 6 meses, acrescentando ainda que a nova tecnologia de RNA mensageiro tornaria isso possível.

Gates, por meio da Fundação Bill & Melinda Gates, fez parceria com o Wellcome Trust, do Reino Unido, para doar US$ 300 milhões à Coalition for Epidemic Preparedness Innovations (CEPI), que ajudou a formar o programa Covax para fornecer vacinas a países de baixa e média renda.

O CEPI pretende arrecadar US$ 3,5 bilhões em um esforço para reduzir o tempo necessário para desenvolver uma nova vacina em apenas 100 dias em caso de novos surtos globais.

Fonte(s): CNBC Imagens: Reprodução / Wikipedia Commons

Jornal Ciência