Japão entra em alerta após detectar uma nova variante do coronavírus

Mutação foi identificada no final de fevereiro em um viajante das Filipinas que estava no país.

de Thuany Motta 0

As autoridades sanitárias do Japão mostraram sua preocupação com uma variante “diferente” do coronavírus encontrada no país no final de fevereiro em um viajante das Filipinas, de acordo com informações do Japan Times. Por causa disso, mudanças nas restrições de viagem e controle de fronteira entre as nações já foram sugeridas.

A mutação, que difere das descobertas no Reino Unido, África do Sul e Brasil, foi detectada em um homem de 60 anos que chegou ao Aeroporto Internacional de Narita, próximo a Tóquio, no dia 25 de fevereiro e não apresentava sintomas da doença.

“A cepa começou a ser detectada nas Filipinas e se espalhou até certo ponto aqui”, disseram as autoridades em comunicado à imprensa.

Acredita-se que a variante filipina representa um nível de ameaça semelhante ao das cepas sul-africana e brasileira. Existe a possibilidade de ela ser mais transmissível, assim como as variantes do Brasil, África do Sul e Reino Unido. Os estudos ainda estão avançando para entender quais seriam os potenciais riscos desta nova variante.

De acordo com o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas do Japão, até o momento, cerca de 34 casos com a nova cepa foram identificados na parte central das Filipinas desde o final de janeiro.

Jogos Olímpicos

Na semana passada, o governo japonês divulgou que, para evitar a propagação da Covid-19 e devido à detecção de variantes mais contagiosas do vírus em vários países, planeja realizar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020 – que irão estrear no dia 23 de julho – sem espectadores estrangeiros.

Fonte(s): RT  / Japan Times Imagens: Reprodução / Rodrigo Reyes Marin / Shutterstock

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Jornal Ciência