O que é ROC? Entenda por que Rússia compete apenas com bandeira neutra

A Rússia, uma potência do esporte, está subindo ao pódio sem hino, sem bandeira e sem o nome

de Redação Jornal Ciência 0

Muitos estão achando estranho o fato da Rússia estar sem nenhum hino, sem a bandeira do país e até mesmo sem o nome, cada vez que sobe ao pódio.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Cada vez que ganha, as bandeiras dos outros países sobem, demonstrando respeito e identificação de cada nação. Mas, quem assiste já percebeu que com a Rússia sobe apenas uma bandeira “neutra”, quase toda branca e com o símbolo dos jogos.

ROC é o significado em inglês de Comitê Olímpico Russo. Isso foi determinado após a Rússia ser suspensa oficialmente das competições internacionais esportivas depois do escândalo de doping acobertado pelas próprias autoridades de esporte no país.

As investigações mostraram que até o Ministério do Esporte estava envolvido. O Tribunal Arbitral do Esporte mostrou que autoridades esportivas do país adulteravam os resultados dos exames laboratoriais realizados em Moscou.

Eles manipulavam bancos de dados para impedir que atletas que fossem pegos em exames antidoping — por uso de substâncias ilegais no mundo esportivo — não fossem descobertos pela Agência Mundial Antidoping (WADA), evitando punições.

O fato, considerado até hoje o maior escândalo esportivo do mundo, fez com que o Comitê Olímpico Internacional (COI) criasse uma bandeira “neutra” para representar apenas atletas russos que, de forma comprovada, não participaram do esquema.

Quando a Rússia ganha um ouro, o som que se escuta quando os atletas sobem ao pódio é o Concerto para Piano e Orquestra Nº 1, do famoso compositor Tchaikovsky.

Não apenas em Tóquio houve punição. Desde as Olímpiadas do Rio 2016 os russos competiram usando a bandeira neutra em algumas modalidades. O mesmo ocorreu nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul, em 2018.

A punição oficial após as investigações teve início em 2019. Até o final de 2022 a bandeira neutra será usada também nos Jogos de Inverno de Pequim e na Copa do Mundo do Qatar.

Fonte(s): Zero Hora Imagens: Divulgação e Cegli / Shutterstock.com

Jornal Ciência