“Dá medo, muito medo”. Dermatologista desabafa e mostra imagem de paciente com a varíola dos macacos

Médico mostrou imagem de paciente heterossexual, desmistificando que o vírus ocorre “apenas” na comunidade homossexual

de Redação Jornal Ciência 0

Um médico dermatologista do Hospital 12 Octubre, em Madrid, Espanha, relatou sua visão sobre os casos de varíola dos macacos que vêm ocorrendo no país e se espalha pelo mundo.  

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Após a Espanha confirmar 7 pacientes infectados e ter ao menos 22 pessoas monitoradas com suspeita da doença, o médico resolveu se pronunciar.

Usando a rede social Twitter, o Dr. Pablo L. Ortiz Romero, chefe de dermatologia do hospital, comentou que, em apenas uma manhã, 3 pacientes suspeitos passaram por ele.

Um foi confirmado com a doença; os outros estavam aguardando confirmação dos exames bioquímicos. “Dá medo, muito medo”, comentou o dermatologista na postagem.

A imagem divulgada pelo médico foi autorizada pelo paciente, evidenciando a parte pubiana e as características da varíola dos macacos.

O médico respondeu questionamentos em suas postagens na rede social, afirmando que o paciente é heterossexual — para deixar claro que a Inglaterra errou ao estigmatizar a doença como sendo disseminada pelo público homossexual.

O paciente, em questão, contraiu o vírus na Espanha sem ter viajado para outro país — o que causa preocupações por demonstrar possibilidade de contaminação comunitária.

Fonte(s): Notícias ao Minuto Imagens: Reprodução / MedScape

Jornal Ciência