Neve negra está caindo na Sibéria e o problema é mais grave do que parece

de Osmairo Valverde 0

No início deste ano, um grande vórtice polar deixou várias regiões da América do Norte cobertas de gelo sob um frio intenso. Agora, na Sibéria, o mesmo está ocorrendo, mas com um “tom” diferente.

 

A neve negra está deixando a região com ar gótico, e por mais belo que pareça para alguns, ela é sinal de algo muito preocupante que pode afetar a saúde de milhares de moradores.  

As imagens foram registradas na região de Kemerovo, sudoeste da Sibéria, mais especificamente na bacia de Kuznetsk – onde é considerado o centro de mineração de carvão da Rússia.

 

A economia da região é basicamente voltada para este tipo de mineração e existe até um museu a céu aberto, o Krasnaya Gorka, considerado ponto turístico e a principal atração da cidade de Kemerovo, com vários tanques militares em exposição.

Embora a extração de carvão gere inúmeros empregos na região e ajude a impulsionar a economia local e do país, também é uma das principais culpadas pela imensa poluição da cidade. Não só Kemerovo acordou coberta pela neve negra esta semana, mas também cidades como Prokopyevsk, Kiselyovsk e Leninsk.

 

Os moradores dizem que a culpa é da usina de carvão que existe na região. Segundo relatos, a fábrica não consegue filtrar adequadamente os resíduos que são liberados na atmosfera.

Não só a população acusa. Andrei Panov, vice-governador da região de Kemerovo, também culpa as caldeiras de carvão e os escapamentos de carros como culpados pelo problema ambiental.

 

Esta não é a primeira vez que os moradores de Kemerovo testemunham o acontecimento. Em dezembro de 2018, houve suspeita que as autoridades mandaram pintar a neve de branco para esconder a fuligem negra e cinza derivada da fábrica.

O problema atinge outros países

Não só a Rússia sofre com os resíduos da mineração. A região de Temirtau, também famosa pela mineração de ferro no centro do Cazaquistão, esteve coberta de neve negra recentemente.

Visualizar esta foto no Instagram.

Автор @toleubai.aldiyar Поиграем в снежки? ☺ #темиртау #temirtau #temirtaucity

Uma publicação compartilhada por Темиртау | Казахстан (@temirtau.city) em

Em resposta aos moradores que ficaram revoltados, Aliya Nazarbayeva, chefe da Associação de Organizações Ecológicas do Cazaquistão, filha do atual presidente do país, Nursultan Nazarbayev, disse em nota à imprensa: “A neve funciona como um teste decisivo, relvando a escala assustadora dessas emissões nocivas. Toda esta poeira acaba em nossos pulmões e nos pulmões de nossos filhos”.

 

Apesar da nota, Aliya não comentou sobre quais medidas seriam tomadas para prevenir novas poluições ao meio ambiente e o que faria para proteger os moradores de Temirtau.

[ Fonte: Siberian Times ]

[ Fotos: Reprodução / Twitter / Siberian Times] 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.