Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Holandesa cria autorretratos íntimos para mostrar o que ocorre em uma crise profunda de depressão

de Julia Moretto 0

Debates sobre problemas mentais estão ganhando cada vez mais espaço nos dias de hoje. Porém, o assunto ainda é um tabu e as pessoas não se sentem confortáveis em falar sobre ou relatar algum problema como depressão ou distúrbios.

 

Na contramão de tudo isso, a estudante holandesa Laura Hospes, que na época tinha 21 anos, decidiu mostrar através de uma série de autorretratos como uma pessoa que sofre de depressão se comporta a portas fechadas. As imagens chocantes são inspiradas na vida de Laura, que após tentar o suicídio, foi internada em um hospital psiquiátrico.

laura-depressao_02

A série,cujo nome UCP-UMCG foi inspirado no hospital em que esteve internada, tem fotos em preto e branco e mostram alguns momentos que passou no local. Ela foi premiada e Laura ficou entre os 50 melhores fotógrafos escolhidos pelo LensCulture Emerging Talent Awards em 2015.

laura-depressao_03

Laura disse que buscava, na fotografia, mostrar para si mesma seus próprios sentimentos. Depois, utilizou as imagens para ajudar outras pessoas que passavam por uma situação semelhante.

laura-depressao_04

Enquanto fotografava, descobri que isso era um alívio imenso. Era permitido chorar, estar cansada, desolada, e tudo o que estivesse relacionado com esses sentimentos que tinham me proibido demonstrar na vida real”.

laura-depressao_05

Laura ainda está em recuperação e lançou um livro com suas fotografias. “Com extremos altos e baixos, sigo no meu caminho para a recuperação. O mais importante é que encontrei ânimo para me recuperar e estou disposta a lutar”.

laura-depressao_06

[ Laura Hospes ] [ Fotos: Reprodução / Laura Hospes ]

Jornal Ciência