Vejas as coisas mais bizarras que as pessoas fazem na China e Coreia do Sul

de Gustavo Teixera 0

Países do Oriente possuem culturas diferentes das pessoas que vivem no Ocidente. Isso faz com que muitas vezes, tais culturas sejam consideradas estranhas. Confira alguns desses comportamentos diferentes vistos na China e Coreia do Sul.

 

Petisco de ovo cozido em urina de crianças – China

2_1

Urina de criança é o ingrediente principal na fabricação dos chamados “ovos de meninos virgens”. Os chineses seguem a tradição de molhar ou cozinhar ovos na urina de meninos. Não se sabe exatamente o porquê da exclusividade da urina masculina, mas trata-se de uma tradição de séculos. Alguns ambulantes vendem esta iguaria nas ruas da cidade chinesa de Dongyang e dizem que tem propriedades benéficas à saúde.

 

Colocar pessoas depressivas e suicidas em caixões- Coreia do Sul

experiencia-de-morte

Pessoas com problemas psicológicos, como depressão e tendências suicidas, são presas em caixões de madeira para experimentar a sensação da morte.Os desenvolvedores do método sugerem que essa situação ajude a enxergar e apreciar a vida de uma maneira melhor. Os pacientes dessa terapia vestem roupas brancas, entram em seus caixões e escutam palavras de incentivo do ex-trabalhador funerário – e agora chefe do centro de cura –Jeong-mun Yong.

 

Comer ratos recém-nascidos vivos – China

San-Zhi-Er

Na China, ratos bebês são comidos normalmente com temperos. Antes de comer eles preparam um molho que leva sal, pimenta, molho de hoisin e ervas. Após esse passo, os ratos bebês são levados ainda vivos a mesa, embebidos no molho e ingeridos.

 

Comer cachorros – China

2015-06-20t150711z_29275333_gf10000134073_rtrmadp_3_china-dog-meat

Cerca de 10 mil cachorros todos os anos são comidos por pessoas em Yulin, na região autônoma de Guangxi Zhuang. Esse hábito faz parte de uma tradição local, quando os cães são caçados, mortos, e cozidos em um caldeirão. O festival marca o Solstício de Verão nessa cidade localizada ao sul da China. Muitos cachorros que são servidos no festival são animais de rua ou foram roubados de seus lares para serem vendidos a uma quantia de aproximadamente 9 yuanes, equivalente a cerca de 4 reais.

Vender animais vivos como chaveiro – China

chaveiro_slideshow

Desde 2011, animais vivos passaram a ser vendidos como chaveiro, e a prática se tornou febre no país e em alguns outros lugares da Ásia.Alguns animais como sapos, tartarugas, peixes pequenos, lagartixas são colocados em recipientes de plástico com água colorida, que, segundo os produtores, faz o animal ficar vivo por até dois meses.Mas os animais presos no plástico tentam mordê-lo na tentativa de respirar. Os chaveiros são vendidos a 2 dólares, o equivalente a cerca de 6 reais, e os vendedores dizem que eles dão sorte.

 

Atear fogo no corpo para tratar doenças cutâneas, respiratórias e sexuais – China

o-HUOLIAOFIREFACIALTREATMENT-facebook

Na China, a nova moda entre pessoas que buscam tratamentos alternativos é a “Huö Liao” ou “Chama Facial”. Este tratamento consiste em utilizar máximo de calor antes de causar uma queimadura, e assim, segundo a tradição, estimular a regeneração das células do rosto,rejuvenescendo a pele e deixando-a mais saudável. Um elixir feito com 20 tipos de ervas é aplicado no local do corpo a ser tratado, depois, uma toalha com álcool é colocada por cima e ateia-se fogo nela. Os terapeutas que utilizam essa técnica garantem que é segura e dizem que a aplicação desse elixir evita que a pele queime.

[ Diário de Biologia ] [ Fotos: Reprodução / Diário de Biologia ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.