TikTok anuncia novos recursos: botão “não curti” em comentários e BookTok, para consumo de livros

A nova funcionalidade será uma ferramenta de moderação de conteúdo na rede social

de Redação Jornal Ciência 0

A rede social de vídeos TikTok anunciou na última sexta-feira (23/09), através de sua conta oficial no Twitter, o lançamento de uma nova funcionalidade voltada para os usuários: um botão “não curti”, que já está disponível.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Essa função, que começou sua fase de testes em abril deste ano, não está disponível para avaliar postagens, mas apenas avaliarem com o botão “não curti” comentários específicos que não agradaram outros usuários.

No entanto, se o botão da nova rede social for clicado, ele não será público e o perfil de quem comentou não será notificado de que seu comentário foi marcado como “desagradável” por outros usuários.

Além disso, não será visível uma figura que indique a quantidade de vezes que um comentário foi marcado com “não curti”. Isso ajuda a evitar assédio moral e perseguição, além de causar menos impactos na saúde mental. Atitude semelhante foi tomada por outras redes sociais, como o YouTube.

Se as pessoas desejarem e se arrependerem de ter dado “deslike”, podem clicar novamente no botão que a marcação será removida.

É importante esclarecer que as informações de “não curti” são apenas para o Tiktok e não são visíveis para nenhum usuário — ao que tudo indica, apenas a plataforma terá acesso ao conhecimento sobre que tipo de comentário desagrada a maioria.

Para que serve o botão “não curti”?

De acordo com o post oficial do TikTok, esse botão tem como objetivo permitir que as pessoas tenham uma forma de marcar um comentário como irrelevante ou inapropriado. Assim, “criamos uma forma de receber feedback diretamente da nossa comunidade”.

Além disso, a rede social indicou que essa funcionalidade permite aos usuários identificar melhor o conteúdo que não é agradável para muitas pessoas, o que mais tarde significará ter uma seção de conteúdo muito mais saudável e “autêntica”, regulando o algoritmo melhor.

Por outro lado, essa função será um meio pelo qual poderá ser realizado um trabalho de moderação mais adequado e com o qual poderão ser identificados conteúdos ou mensagens que possam ser violentos, que gerem assédio ou que sejam prejudiciais à comunidade em geral, como spam ou discurso de ódio.

Uma função adequada para livros

Além de lançar o novo recurso do botão “não curti” globalmente, o TikTok também anunciou que começou a lançar um novo recurso voltado para o consumo de livros e hábitos de leitura: o BookTok.

Essa função dentro da plataforma permitirá que os criadores de conteúdo publiquem vídeos contendo links para os livros que estão lendo para que outras pessoas possam encontrá-los e saber mais sobre eles.

O BookTok surgiu inicialmente no aplicativo social como uma hashtag, mas sua grande comunidade levou o TikTok a decidir, em colaboração com a editora Penguin Random House, desenvolver esse recurso. Para acessar esse novo recurso do TikTok como criador de conteúdo, os usuários precisarão:

– Gravar um vídeo sobre um determinado livro.

– Antes de publicá-lo, você deve clicar na opção Adicionar Link, localizada na parte inferior da tela do aplicativo.

– Dentro da janela pop-up, você encontrará a opção Livros, que permitirá adicionar o link de um determinado livro da Penguin Random House no vídeo.

– Uma vez publicado, as pessoas que interagirem com o vídeo poderão encontrar mais informações sobre ele clicando no link.

Embora esse seja um recurso atualmente disponível apenas nos Estados Unidos e no Reino Unido, o TikTok não descartou a possibilidade de alcançar usuários na América Latina em uma atualização futura de seu serviço.

Fonte(s): Infobae Imagens: Reprodução / Tudo Celular e TikTok

Jornal Ciência