Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Será que a Terra ainda existirá daqui 5 bilhões de anos?

de Julia Moretto 0

Como os acontecimentos no Sol vão impactar os planetas no nosso Sistema Solar e, especificamente, a Terra? Para responder isso, uma equipe de astrônomos da Bélgica está analisando uma estrela chamada L2 Puppis, que fica a 208 anos-luz de distância e fornece uma descrição exata do que pode acontecer quando o nosso Sol se transformar.

A equipe de astrônomos da Universidade de Leuven, na Bélgica está usando uma estrela – que há 5 bilhões de anos poderia ter sido gêmea do Sol – para analisar o futuro do nosso Sistema Solar.

terra-sol_02

Há cinco mil milhões de anos, a estrela era uma gêmea quase perfeita do nosso Sol como é hoje, com a mesma massa. Um terço dessa massa foi perdida durante a evolução da estrela. A mesma coisa vai acontecer com o nosso Sol em um futuro muito distante”, disse o membro da equipe, Ward Homan.

Para chegar a essa conclusão, a equipe usou o Atacama Large Millimeter Array/submillimeter (ALMA), no Chile. Um dos mais poderosos telescópios de rádio, que utiliza 66 antenas de rádio para criar um telescópio virtual com cerca de 16 km de diâmetro. Com este poderoso aparelho, a equipe foi capaz de estudar com precisão L2 Puppis, fazendo conexões entre ele e o destino inevitável do Sol.

Daqui cinco mil milhões de anos, o Sol terá se transformado em uma estrela gigante vermelha, com mais de uma centena de vezes maior do que seu tamanho atual. Ele também irá experimentar uma perda de massa intensa através de um forte vento estelar”, disse o membro da equipe, Leen Decin. “O produto final de sua evolução, 7 bilhões de anos a partir de agora, será uma pequena estrela anã branca. Terá o tamanho da Terra, mas muito mais pesada: uma colher de chá de material de anã branca pesa cerca de 5 toneladas”, completa. Esta é a primeira vez que uma equipe pôde avaliar qual será o fim do Sol.

Além disso, uma questão muito difícil de ser respondida é o que acontecerá com os planetas quando o Sol sofrer modificações. Em suma, ninguém realmente sabe o que vai acontecer com a Terra, mas definitivamente não vai ser bom para nós ou qualquer outra vida. “O destino da Terra ainda é incerto”, explicou Decin. “Nós já sabemos que o nosso Sol será maior e mais brilhante, de modo que ele provavelmente irá destruir qualquer forma de vida existente aqui”.´O que os cientistas sabem é que planetas como Mercúrio e Vênus provavelmente serão “engolidos” pela estrela. Porém, ainda são necessários mais estudos. O trabalho foi publicado na Astronomy and Astrophysics.

[ Science Alert ] [ Fotos: Reprodução / Science Alert ]

Jornal Ciência