Este incrível mapa é um verdadeiro atlas de nosso Sistema Solar

de Merelyn Cerqueira 0

Eleanor Lutz é estudante de doutorado em biologia da Universidade de Washington, nos EUA, que tem um talento incrível para ilustrações científicas.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Em seu site Tabletop Whale há uma coleção de imagens que ilustram exatamente o quão bom é o seu trabalho. O último deles, e talvez o mais impressionante, é um mapa que mostra todas as órbitas de mais de 18.000 asteroides presentes em nosso Sistema Solar.

Foto: Eleanor Lutz

Ele inclui ainda 10 mil asteroides com mais de 10 km de diâmetro e cerca de 8.000 objetos de tamanho desconhecido.

Como é dito na descrição de seu site, ela produz “gráficos, infográficos e animações sobre toda e qualquer ciência”, o que inclui coisas como um “Compêndio Visual de Criaturas Brilhantes”, “Todas as Estrelas que Você Pode Ver da Terra” e um mapa topográfico de Mercúrio.

Foto: Eleanor Lutz

No entanto, é o seu mais novo projeto que está chamando atenção na comunidade espacial. Lutz tem trabalhado em um “Atlas do Espaço” nos últimos anos, garantindo, até o momento, uma coleção inacreditável que incluem luas, planetas e o espaço exterior.


Eu fiz um mapa animado das estações na Terra, um mapa da geologia de Marte e um mapa de tudo no Sistema Solar com mais de 10 km”, diz ela em seu site.


Foto: Eleanor Lutz

Todos os dados do Atlas do Espaço são dados públicos, de modo que estão disponíveis gratuitamente. As fontes utilizadas por ela são a NASA e US Geological Survey.

Basicamente, a estudante pegou dados brutos disponíveis publicamente e transformou-os em uma visualização útil, trabalhosa e muito bonita. Sua intenção, conforme reportou à Wired, é que as pessoas pudessem vê-los de uma maneira que fizesse sentido.

Considerando que não é apenas ilustradora, mas também cientista, ela decidiu compartilhar também o método utilizado no trabalho. Ela planeja publicar o código-fonte aberto de cada uma de suas ilustrações, bem como tutoriais sobre como fazê-las em casa.

Foto: Eleanor Lutz

 “Há uma barreira de conhecimento para acessar algumas das coisas interessantes e impressionantes sobre a ciência. Existem muitos fatos e equações, e eu quero que essas ideias legais sejam acessíveis”, disse ela à Wired.

Para acessar e explorar outros trabalhos de Lutz, ou comprar impressões, basta visitar seu site: tabletopwhale.com.

Fonte: Science Alert Fotos: Reprodução / Science Alert 

Jornal Ciência