Astrônomos sugerem a existência de mais dois planetas em nosso Sistema Solar

de Merelyn Cerqueira 0

Se ainda estamos digerindo a recente descoberta do Planeta Nove, que potencialmente estaria traçando sua órbita evasiva em algum lugar nas bordas do Sistema Solar, agora, uma equipe de astrônomos apresentou novos cálculos que sugerem a existência de pelo menos mais dois deles.

Utilizando os mesmos cálculos que deram origem à hipótese do Planeta Nove, os novos números sugerem que pode haver vários planetas escondidos na borda de nosso Sistema Solar. Se estiverem corretos, poderíamos esperar mais uma mudança nos livros didáticos, conforme relatado pela Science Alert.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) encontraram evidências para o que eles chamaram de Planeta Nove: um enorme corpo gelado que poderia estar escondido em algum lugar além de Netuno, nos confins do nosso Sistema Solar.

Estima-se que ele seja 10 vezes mais massivo que a Terra, com uma órbita extremamente longa, com 10.000 e 20.000 anos para ser concluída, e que estaria sobre o movimento incomum de seis grandes objetos flutuantes no Cinturão de Kuiper.

Agora, uma nova equipe de astrônomos sugere que esses objetos flutuantes, especificamente classificados como objetos transnetunianos (ETNOs), que orbitam o Sol além de Netuno, podem não ser tão estáveis quanto se pensava anteriormente.

“Com a órbita indicada pelos astrônomos da Caltech para o Planeta Nove, nossos cálculos mostram que os seis ETNOs se movem em longas órbitas instáveis”, disse o astrônomo e membro da equipe, Carlos de la Fuente Marcos.

Em outras palavras, o efeito gravitacional do próprio Planeta Nove sobre estes anões rochosos congelados poderia ajudar a torná-los muito mais instáveis para ser moverem da forma como os cientistas de Caltech acreditavam.

“Esses objetos iriam escapar do Sistema Solar em menos de 1,5 bilhão de anos”, disse. “E três deles poderiam abandoná-lo em menos de 300 milhões de anos. O que é mais importante, suas órbitas se tornaria realmente instáveis em apenas 10 milhões de anos, um período de tempo relativamente curto em termos astronômicos”.

Logo, segundo Carlos de la Fuente Marcos e seus colegas pesquisadores, é possível que essa instabilidade ocorra em razão da atração gravitacional de um número desconhecido de planetas escondidos nas bordas do Sistema Solar.

“Isso quer dizer que acreditamos que, além do Planeta Nove, também pode haver um planeta Dez e ainda mais”, disse.

Contudo, nem todos estão convencidos destas novas descobertas. Segundo a astrônoma Abigail Beall, em entrevista ao Daily Mail, é muito cedo para começar a especular a existência de um segundo planeta.

“Nós temos uma análise quase idêntica que mostra quase um resultado oposto. Não é óbvio para mim por que eles teriam uma resposta tão diferente”, disse.

Por outro lado, NASA tem se mantido bastante conservadora a respeito do anúncio do Planeta Nove. “A possibilidade de um novo planeta é certamente excitante para todos nós.

O que estamos vendo é uma previsão antecipada com base em modelos a partir de observações limitadas.

Esse é o início de um processo que poderia levar a um resultado emocionante”, disse Jim Green, diretor da Divisão de Ciência Planetária da NASA.

Fonte: Science Alert Fotos: Reprodução / Science Alert

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.