Cientistas detectaram uma zona habitável em um sistema solar muito próximo

de Julia Moretto 0

Um exoplaneta com as principais condições para a vida poderia estar localizado a apenas 14 anos-luz de distância – em um dos sistemas solares mais próximos de nós –, segundo especialistas.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

 

Novas pesquisas sugerem que o planeta está no que chamamos de “zona habitável”, tornando-se um dos mais prováveis a sustentar vida. O sistema de Wolf 1061 é importante porque está muito perto, e isso dá outras oportunidades de fazer estudos de acompanhamento para ver se ele realmente tem vida”, diz o pesquisador Stephen Kane, da Universidade Estadual de São Francisco.

 

Existem três planetas orbitando a estrela Wolf 1061, mas Wolf 1061c é de particular interesse, segundo os cientistas. Descoberto em 2015 e com quatro vezes mais massa do que a Terra, Wolf 1061c está localizado bem no meio da zona habitável de Wolf 1061, pois a distância dele até a estrela possibilita a existência de água líquida.

 

Para investigar se Wolf 1061c poderia oferecer habitabilidade, pesquisadores analisaram os dados de luminosidade de sua estrela hospedeira por sete anos e executaram cálculos da órbita do exoplaneta para descobrir qual a temperatura e pressão na superfície. Os novos dados sugerem que Wolf 1061c poderia ter uma atmosfera semelhante à que Vênus tinha em seus primeiros dias, o que significa que qualquer água líquida no planeta pode não durar por muito tempo.

 

Uma pesquisa anterior sugeriu que as altas temperaturas causadas pela evaporação excessiva de água em Vênus e o vapor da água recém-formada na atmosfera aumentariam ainda mais o processo conhecido como efeito estufa. Por outro lado, a órbita do Wolf 1061c em torno de sua estrela varia muito mais rapidamente do que a órbita da Terra, o que levaria a mudanças climáticas caóticas.

 

Pode existir vida em Wolf 1061c?

Nós ainda não sabemos, e para descobrir, vamos precisar de dados mais detalhados do que os atuais. Para isso, será usado o telescópio James Webb da NASA. O telescópio será lançado no próximo ano e deve ser capaz de revelar as condições atmosféricas no Wolf 1061c e nos oferecer uma ideia melhor sobre a água e a vida existem lá.

 

Enquanto isso, cientistas da METI –Messaging Extraterrestrial Intelligence– também estão interessados no exoplaneta. Eles buscam saber se ele possui alguma forma de vida alienígena. O estudo foi aceito para publicação em uma edição futura do Astrophysical Journal.

[ Science Alert ] [ Fotos: Reprodução / Science Alert ] 

Jornal Ciência