Coreanos arriscam a vida posando para fotos em penhasco de mais de 150 metros de altura

de Merelyn Cerqueira 0

Turistas coreanos foram advertidos por unidades da guarda costeira de Brighton, na Inglaterra, após arriscaram suas vidas posando para fotos na borda de um penhasco instável, com mais de 150 metros de altura.

 Em uma das fotos, recentemente excluída das redes sociais, uma mulher é vista sentada e com os braços abertos, enquanto suas pernas balançam sobre o precipício, nomeado como Seven Sisters. De acordo com o jornal Daily Mail, os turistas aparentavam ser jovens, e após o incidente as autoridades desencorajaram atitudes parecidas.

coreana-arrisca-a-vida-posando-para-selfie_1

A Guarda Costeira de Solent classificou o ato como perigoso e avisou que nenhuma fotografia vale o risco de vida. A entrada para Seven Sisters não está fechada, e por isso as autoridades podem apenas alertar as pessoas. “Não há nada que possamos fazer para impedir que façam isso, mas aconselhamos e pedimos que não o façam”, disse um porta-voz da Guarda Costeira de Dover. “É um local bonito e as pessoas gostam de tirar fotografias lá, mas há sinalizações alertando para não se aproximarem da borda”.

coreana-arrisca-a-vida-posando-para-selfie

De acordo com as autoridades, houve níveis recordes de erosão na região nos últimos anos, com tempestades cada vez mais frequentes. Uma série de colapsos na borda foram relatados este ano, especialmente no mês de maio, quando dados mostraram que um enorme pedaço de pedra de 76 metros teria despencado do topo. Além disso, milhares de toneladas de rocha foram perdidas em deslizamentos, causando o recuo da linha costeira da região.

coreana-arrisca-a-vida-posando-para-selfie_2
Um homem também foi fotografado sentado na beira do penhasco

Estima-se que cerca de 10 centímetros de rocha sejam perdidos todos os anos em Seven Sisters. Pedaços ainda maiores sumiram para dentro do mar após recentes e violentas tempestades.

De acordo com Bob Jeffery, da Royal National Lifeboat Institution (RNLI) de Eastbourne, rachaduras na superfície evidenciam claramente a existência de um problema. “Você pode ver que há rachaduras se formando na borda, e uma vez que estão ali é apenas uma questão de tempo para que a queda aconteça enquanto alguém estiver em cima”, explicou.

Campanhas na internet abordaram o tema. A “#SelfieSafety”, lançada pela National Accident Helpline em outubro deste ano, foi criada com o objetivo de destacar os perigos de tirar fotografias em regiões altas e instáveis.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Jornal Ciência