Moradores estão colocando armadilhas em árvores para evitar que os pássaros façam cocô em seus carros

de Merelyn Cerqueira 0

Moradores de Clifton, um bairro nobre de Bristol, na Inglaterra, colocaram armadilhas antipássaros nas árvores da região. O motivo? Evitar que as aves façam cocô em seus carros -BWM e Audi – carros.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

A medida irritou muita gente nas redes sociais depois que a gerente de mídia social, Jennifer Garrett, denunciou o caso no Twitter, segundo informações do Bristol Post.

“Nossa guerra contra a vida selvagem: agora os pássaros não são mais permitidos nas árvores…?! Armadilhas vistas em Clifton, Bristol, acima de um estacionamento. Alguém já viu isso antes? Como pode ser permitido?”, escreveu Garrett em um tweet que foi compartilhado à exaustão com outros usuários irritados. “Estou sem palavras. Isso é assustador”, escreveu o usuário Ian Green.

Horror-as-anti-bird-spikes-spotted-in-Clifton-tree_1

Os pinos antipássaros também foram vistos em outras propriedades do bairro e, de acordo com um dos residentes que pediu para não se identificado, eles servem “apenas para proteger os carros, e não há outra razão”.

“Há um grande problema com excrementos de pássaros por aqui. Eles realmente fazem uma bagunça nos carros e, por alguma razão, parecem se reunir em torno desta área”, disse.

O morador admitiu ainda que embora algumas pessoas vejam a prática como algo cruel, há outras dezenas de árvores próximas para que os pássaros possam pousar e criar seus ninhos. “Nós tentamos outros métodos para assustar os pássaros”, acrescentou ele. “Acho que chegaram a colocar uma ave de rapina de madeira nos galhos, mas isso não pareceu fazer efeito”.

Pigeon spikes that have been attached two trees which overhang the parking area outside a posh property in Clifton, Bristol. See SWNS story SWSPIKES; A Twitter user has expressed outrage at the use of ‘anti-bird spikes’ in Clifton trees to protect expensive cars from droppings. The spikes – which are usually used to stop birds resting and building nests on ledges and nooks on buildings – have been nailed to two trees in the front garden of Essendene House and Heathfield House between Clifton Down and Pembroke Road. The properties are privately owned flats and one resident has confirmed the spikes are "solely to to protect cars" - which include a number of expensive BMWs and Audis - from bird poo. The measure has upset social media manager Jennifer Garrett, who took to Twitter to vent her frustration. She said: “Our war on wildlife: now birds are not allowed in trees...?!

Quando informado sobre as críticas que os moradores de Clifton estavam recebendo no Twitter, ele disse: “Eu acho que as pessoas estão apenas procurando algo para se irritar”.

As armadilhas em questão, que aqui no Brasil são usadas para evitar a presença de pombos, são comumente colocadas ​​em centros comerciais da Inglaterra, incluindo Broadmead e Cabot Circus, a fim de proteger os clientes dos excrementos de aves. No entanto, colocá-las em árvores é uma ocorrência menos comum e, segundo o Bristol Post, aparentemente elas estão nas árvores de Clifton há algum tempo. 

Fonte: Bristol Post  Fotos: Reprodução / Bristol Post

Jornal Ciência