Médicos pedem que mãe dê adeus ao seu bebê de 15 cm e após meses ela mostra o que aconteceu!

de Merelyn Cerqueira 0

Skye Rance, de East Yorkshire, na Inglaterra, tinha apenas 17 anos quando deu à luz sua primeira filha Tansy, que nasceu quatro meses antes do planejado em março de 2015.

Quando entrou em trabalho de parto, Skye foi levada às pressas para um hospital. No entanto, ela sequer conseguiu chegar ao quarto, entrando em trabalho de parto no elevador do hospital, de acordo com informações do jornal Mirror. 

Tansy nasceu com menos de meio quilo e apenas 15 cm de comprimento. Por esse motivo, foi entregue às pressas a unidade de terapia intensiva neonatal, onde permaneceu por cinco meses. Neste período, passou por 13 horas de cirurgia e 30 transfusões de sangue.

mae-nao-se-despediu

A criança havia nascido com um buraco no coração, e teve que passar por uma cirurgia para inserção de um estoma, além de um procedimento para prevenir a cegueira. No entanto, embora os médicos tenham pedido à mãe que se despedisse do bebê, que provavelmente morreria, a criança chegou aos nove meses de forma saudável.

“Os intestinos dela morreram dentro de seu corpo”, disse Skye. “Foi-nos dito que ela precisava urgentemente de uma cirurgia ou morreria – não havia escolha”.

Skye contou ainda que passou todos os dias sentada ao lado da cama da filha, que só foi liberada do hospital em agosto do mesmo ano.

“Era um dia que eu pensava que nunca aconteceria”, disse ela. “É surpreendente que Tansy esteja em casa. Eu não pretendia ser mãe tão jovem – eu estava estudando para minhas provas -, mas agora eu a amo mais do que qualquer coisa”, acrescentou.

mae-nao-se-despediu_2

Skye que completou 20 anos em agosto deste ano, disse que ficou extremamente surpresa quando descobriu, em setembro de 2014, que estava grávida. Seu namorado, Zak Fletcher, de 22 anos, bem como seus pais e sogros, apoiaram-na durante todo o processo.

“Não era planejado”, disse ela. “Mas ficamos muito satisfeitos. Minha mãe disse que estava ansiosa para ser avó e todos estavam realmente entusiasmados. Eu continuei com a escola já que minha gravidez era basicamente normal, embora eu me sentisse um pouco fraca”, revelou. “Em meu exame de 20ª semanas, em fevereiro de 2015, Zak e eu descobrimos que estávamos esperando uma garota e ficamos muito felizes”.

Skye estava na casa dos sogros quando começou a sentir dores agonizantes na barriga. “Eu pensei que era contrações do útero inicialmente”, disse. “Por isso, não estava preocupada. Mas elas não melhoraram e, à noite, a mãe de Zak chamou a emergência. Uma ambulância chegou e eu fui levada ao hospital. Tansy nasceu com menos de 500 gramas e 15 cm, e estava gravemente doente”.

Eu não pude segurá-la por dias – mas me apaixonei imediatamente”, revelou. “A primeira vez que a toquei foi cerca de uma semana depois de ter nascido e foi incrível. Eu percebi o quanto ela significava para mim”.

Skye, que atualmente não está mais com Zak, apesar de ele participar do crescimento da filha, afirmou gostar de ser mãe em tempo integral. “Eu quero que Tansy sinta orgulho de mim. É incrível aonde ela chegou, e eu não poderia estar mais feliz”, finalizou.

Fonte: Mirror Fotos: Reprodução / Mirror

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.