Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

TOP 9 fatos excêntricos sobre a Coreia do Norte e Kim Jong-un

de Merelyn Cerqueira 0

1 – Terra de unicórnios

Como tentativa de demonstrar superioridade em vários campos de natureza bélica, científica e história, pesquisadores do país afirmar ser capazes de comprovar a existência de unicórnios.

Feita pelo Instituto de História da Academia de Ciências Sociais da Coreia do Norte, a prova seria a existência de uma toca de um suposto unicórnio que pertenceu ao Rei Tongmyong, fundador do Reino Koryo (918 – 1932), conforme publicado incialmente pelo Megacurioso.

2 – O dia 8 de julho reserva um feriado de “tristeza”

Isso porque, neste dia, é proibido sorrir, levantar a voz, consumir álcool ou demonstrar qualquer tipo de alegria. O decreto foi criado em 1994 por Kim Il-sung, avô de Kim Jong-un, atual ditador.

3 – 100% de aprovação nas eleições

É fato que a democracia no país é meramente ilustrativa. Dessa forma, em uma das eleições, Kim Jong-un consegui 100% de aprovação nas eleições.

Isso só foi possível pela inexistência de outros candidatos e pelo fato de o voto, que não é secreto, ser realizado através de “sim” e “não”. Contudo, quem votar pelo “não” corre o risco de ser considerado traidor.

4 – O que são drones?

kim-jong-un-coreia-do-norte_1

Apesar de afirmar ter um grande poder bélico, a Coreia do Norte ainda não tem muito conhecimento sobre a tecnologia dos drones.

Quando, conseguiu abater um desses equipamentos, proveniente da Coreia do Sul, ficaram surpresos com o objeto.

Contudo, o modelo em questão era capaz apenas de tirar fotos, sequer filmava ou mandava imagens em tempo real.

5 – Corte de cabelo vergonhoso

kim-jong-un-coreia-do-norte_2

Após um salão de beleza em Londres utilizar o penteado de Kim Jong-un como exemplo de cabelo ruim, alguns norte-coreanos ao visualizar a zombaria denunciaram-na a embaixada norte-coreana do País.

Contudo, e apesar dos apelos dos funcionários da embaixada, nada foi feito. A história teve uma repercussão tão grande que o salão chamou atenção da mídia e conquistou mais clientes.

6 – Mickey Mouse “pirata”

Apesar de ter pouco de sua vida divulgada publicamente, ao que tudo indica, Kim Jong-un já estudou na Europa.

Nesse período ele acabou desenvolvendo gosto por alguns esportes e também acabou conhecendo o Mickey Mouse.

Assim, em 2012, uma versão “pirata” do principal personagem da Disney – juntamente com a Minnie, e Ursinho Pooh, se apresentaram ao ditador em Pyongyang.

A Disney obviamente não gostou nada dessa história, já que tudo foi feito sem qualquer autorização.

7 – Filme considerado “ato terrorista”

Se você assistiu ao filme “A Entrevista”, protagonizado por James Franco e Seth Rogen, deve saber que se trata de uma crítica extremamente aberta à ditatura do país e excentricidade de Kim Jong-un.

Obviamente que o governo da Coreia do Norte reclamou do longa, tendo-o classificado como um ato terrorista.

Como retaliação, hackers anônimos atacaram o estúdio responsável pelo filme, fazendo com que a estreia chegasse a ser suspensa.

8 – Intimidação por fotos

Com a intenção de intimidar os “inimigos” do país, o governo costuma “vazar” imagens aleatórias de soldados, mostrando o poder bélico local e vendendo uma ideia de união para a construção da sociedade do futuro.

9 – Slogans bizarros

Conforme relatado pela Veja, o país costuma fazer uso de slogans bizarros. A agência oficial da Coreia do Norte, KCNA, chegou a liberar mais de 300 slogans propagandísticos curiosos, tal como “Façamos de nosso país um país de cogumelos!”, sobre o cultivo de champignons.

“Se os inimigos ousarem invadir nosso país, aniquilem-nos até o último homem para que nenhum deles sobreviva para assinar o documento de rendição!”, ou “Pratiquem esporte de forma ofensiva”.

Fonte: Veja Fotos: Reprodução / Veja

Jornal Ciência