Mãe exige que escola do filho de 6 anos tire ‘A Bela Adormecida’ do currículo porque a princesa não dá consentimento para ser beijada pelo príncipe

de Merelyn Cerqueira 0

Sarah Hall, 40 anos, de North Shields, na Inglaterra, é mãe de um menino de seis anos, que atende a uma escola na região de Northumberland Park.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Preocupada com o comportamento do filho mediante a violência contra a mulher, ela exigiu que fosse excluído da grade curricular escolar da criança o conto A Bela Adormecida, alegando que a história promove uma mensagem “sexual inapropriada” para as crianças, uma vez que a princesa não dá consentimento ao príncipe para ser beijada ou acordada. As informações são do Daily Mail.

mae-tirar-cinderela

Hall argumenta que o livro é irresponsável porque ensina as crianças que é completamente aceitável um homem beijar uma mulher desconhecida enquanto ela está adormecida.

“Trata-se de dizer se este livro ainda é relevante e apropriado”, disse ela. “Eu acho que é uma questão específica na história da Bela Adormecida sobre comportamento sexual e consentimento”.

A mãe deixou um comentário na agenda do filho e entrou em contato com a escola para perguntar se o livro poderia ser retirado da grade das turmas mais jovens. “Na sociedade de hoje, não é apropriado”, disse. “Meu filho tem apenas seis anos, e ele absorve tudo o que vê. Não é como se eu pudesse transformar o livro em uma conversa construtiva”.

mae-tirar-cinderela_1

“Eu não acho que tirar completamente os livros de A Bela Adormecida de circulação seria correto”, explicou. “Na verdade, acho que seria um ótimo recurso para crianças mais velhas conversarem em torno disso. Poderíamos falar sobre consentimento e de como a princesa pode se sentir. Mas eu realmente estou preocupada com as crianças mais novas. Seria bem-vinda uma conversa sobre se este é um material adequado”.

Hall afirmou ainda que acompanhou de perto a cobertura recente sobre casos de abuso sexual, incluindo a campanha “Me Too”, feita nas mídias sociais inglesas. Logo, isso fez com que pensasse mais sobre as mensagens direcionadas aos mais jovens.

“Estes são indicativos de quão arraigado é esse tipo de comportamento na sociedade”, afirmou. “Todas essas pequenas coisas se acumulam para fazer diferença”.

Embora assuma que possa haver uma série de problemas dentro de outros contos de fadas, o beijo “não consensual” de A Bela Adormecida, para ela, ainda é o mais perturbador.

Fonte: Daily Mail Fotos: Reprodução / Daily Mail

Jornal Ciência