Casas em Marte: NASA anuncia três finalistas da competição de arquitetura marciana

Um dia viveremos em Marte? Bem, para a NASA, essa é uma realidade palpável e estamos próximos de saber como serão as primeiras casas por lá!

de Merelyn Cerqueira 0

A NASA, recentemente, anunciou os três finalistas de uma competição de design e arquitetura. Chamada de Centennial Challenge (Desafio Centenário), ela começou em 2015.

O objetivo era encarregar que engenheiros, arquitetos e designers dos EUA criassem habitações sustentáveis que pudessem ser impressas em 3D. A ideia é imprimir as casas no próprio solo marciano, segundo informações do Daily Mail.

Os finalistas foram os projetos chamados SEArch+/Apis Cor, de Nova York, que ficou em primeiro lugar. Zopherus, do Arkansas, que ficou em segundo, e Mars Incubator, de Connecticut que ficou em terceiro lugar. Os 3 dividiram um prêmio de 100 mil dólares.

Eles foram escolhidos entre 11 candidatos e classificados com base em layout arquitetônico, programação, uso eficiente de espaço interno e escalabilidade de impressão 3D e viabilidade de construção. Agora, as equipes terão que competir por um prêmio de 800 mil dólares, que representará a fase final da competição, prevista para o início de maio.

Nos últimos anos, a ideia de explorar o Planeta Vermelho começou a ganhar forças, não apenas dentro da NASA, mas em empresas privadas. A Space X, do famoso Elon Musk, é um exemplo disso. Isso fez com que, em 2015, a NASA criasse esta competição, um programa que envolveu o público a encontrar soluções inovadoras. Neste caso, a proposta era encontrar a moradia perfeita para as futuras colônias de Marte.

É importante salientar que a NASA ainda possui sólidos planos de mandar humanos para o espaço. Embora pareça algo “surreal”, milhares de pessoas já se candidataram, inclusive brasileiros!

O terceiro lugar 

Por outro lado, a Mars Incubator, que ficou em terceiro, representa uma visão mais modular da habitação espacial. Ela permite maior entrada de luz natural, assim como uma incubadora. Teoricamente, isso traria mais conforto para os futuros humanos que morariam ali.

O segundo lugar

Já a Zopherus, que ficou em segundo, seria construído por um modelo de impressora 3D itinerante e autônoma, que imprimiria rapidamente uma estrutura atrás da outra.

O primeiro lugar

O design que garantiu o primeiro lugar, chamado de SEArch+/Apis Cor, tem como característica principal sua forma de colmeia, permitindo um reforço contínuo da estrutura. A luz entra através das portas em forma de calha, nas laterais e na parte superior.

Vencer esta última fase do Habitat Challenge da NASA é uma honra incrível para todos nós na SEArch+. Estamos entusiasmados pelo apoio da NASA e parabenizamos as outras equipes vencedoras em nossos esforços compartilhados para criar conceitos de design centrados no ser humano para Marte e além”, disse Melodie Yashar, Co-Fundadora da SEArch+.

Antes de Marte se tornar o próximo grande passo para a humanidade, a NASA quer retornar à Lua. Os detalhes da missão lunar foram revelados como parte de uma linha do tempo. De acordo com a agência, os primeiros humanos serão enviados em missões para Marte na década de 2030.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.