Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

EUA terá primeira audiência pública no Congresso sobre OVNIS. Veja como assistir

de Redação Jornal Ciência 0

Um subcomitê aberto está programado para lançar sua primeira audiência pública sobre OVNIs em mais de 50 anos, nos EUA, na próxima semana.

Estima-se que o subcomitê irá descrever oficialmente e de modo público, alguns dos encontros militares com fenômenos aéreos não identificados (UAPs). Além disso, vão avaliar o risco que os OVNIs representam para a segurança nacional.

Grande parte da apresentação, programada para começar na terça-feira, 17 de maio, às 10h00, será transmitida ao vivo no YouTube, de forma livre.

Presidida pelo congressista André Carson, a audiência da próxima semana contará com depoimentos de dois altos funcionários da inteligência de defesa: Ronald Moultrie, principal oficial de inteligência do Pentágono, e Scott Bray, vice-diretor de inteligência naval.

Não foram revelados muitos outros detalhes do que irá acontecer ou ser revelado na audiência, mas a parte aberta do evento deve durar cerca de duas horas e meia.

Mas, após a parte aberta da audiência, o subcomitê realizará uma apresentação fechada com dados para o Congresso, sendo classificado como confidencial, onde o público não terá acesso.

“Há muito a aprender sobre fenômenos aéreos não identificados. Mas uma coisa é certa — o povo norte-americano merece total transparência”, tuitou o deputado Adam Schiff, presidente do Comitê de Inteligência da Câmara.

“Na próxima semana, o Comitê de Inteligência da Câmara dará ao público a chance de ouvir especialistas em um dos maiores mistérios do nosso tempo”, complementou Adam Schiff. A audiência ocorre depois que um relatório histórico sobre fenômenos aéreos não identificados foi solicitado pelo Congresso, publicamente em junho de 2021. 

No geral, o relatório foi bastante inconclusivo, mas mostrou que certas autoridades dos EUA estavam começando a optar por uma abordagem mais transparente em relação ao tema, que sempre foi controverso e motivo de extremo sigilo sobre os avistamentos.

Espectadores curiosos e entusiastas não esperam muito desta próxima audiência. De acordo com informações da IFL Science, a UAP Media acredita que o encontro não fornecerá “a divulgação completa de tudo o que eles sabem” para a população e, certamente, guardaram as partes mais “chamativas” apenas para o Congresso, sob sigilo.

No entanto, o fato de a audiência inicial sobre o tema ser de caráter oficial por parte do governo e aberta ao público, foi amplamente celebrado por estudiosos que tentam encontrar provas sobre o que são os OVNIs.

“Embora este anúncio seja um grande passo positivo, não esperamos nenhum anúncio bombástico neste estágio inicial. Esperamos, no entanto, que encoraje outros governos nacionais — como o Reino Unido e a Austrália, sob sua parceria de compartilhamento de inteligência AUKUS — a seguir o exemplo e iniciar conversas abertas por conta própria”, comentou Dave Partridge, editor da revista Shadows of Your Mind em comunicado à imprensa.

“Por mais de 4 anos, aqueles que trabalham nos bastidores dos OVNIs e Fenômenos Aéreos Não Identificados, lutaram para levar informações às pessoas certas no Congresso. O que estamos vendo agora é mais um passo na escada para a aceitação da sociedade”, acrescentou Adam Goldsack, um dos fundadores da UAP Media UK.

A UAP Media UK é uma organização que foi fundada para trabalhar junto aos meios de comunicação britânicos sobre a discussão dos OVNIs, assunto que foi tratado por décadas com deboche e ridicularização, gerando um tabu social.

A UAP Media UK ressalta que, nos últimos anos, o governo dos EUA, seu Departamento de Defesa e a Marinha, confirmaram que objetos de origem desconhecida são reais, com provas de avistamentos oficiais no céu e mar.

O governo norte-americano confessou ainda que tiveram programas para estudar esses objetos, sem dar direito ao público o acesso à informação.

Você pode assistir a audiência aberta no vídeo abaixo, do YouTube, terça-feira, 17 de maio, às 10h00.

Fonte(s): IFLScience Imagens: Reprodução / Departamento de Defesa dos EUA

Jornal Ciência