Especialistas sugerem que amendoim faz bem ao coração

de Merelyn Cerqueira 0

Especialistas do Instituto do Amendoim (Peanut Institute), dos EUA, afirmaram que consumir cerca de 90 gramas de amendoim por dia pode ajudar a prevenir ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Eles consideram que o grão é capaz de suprimir os níveis de gorduras nocivas no sangue. Embora a quantidade reportada pelos pesquisadores seja três vezes maior do que a média recomendada, consumi-las junto às refeições pode ajudar a manter as veias cardíacas abertas, prevenindo doenças cardíacas – a maior causa de morte do mundo.

Com o passar do tempo, nossas artérias correm o risco de se tornarem endurecidas – uma condição chamada aterosclerose.

Quando isso ocorre, o fluxo sanguíneo é limitado em todo o corpo, consequentemente obrigando o coração a trabalhar mais. Isso acontece quando a gordura, colesterol e outras substâncias se acumulam nas paredes das artérias, formando as chamadas placas. Estas, por sua vez, bloqueiam as artérias e causam problemas em todo o corpo – incluindo doenças cardiovasculares.

“Normalmente, quando comemos algo, as artérias ficam um pouco mais duras durante o período após a refeição”, explicou a professora e principal autora do estudo Penny Kris-Etherton.

“Mas, nós mostramos que se você comer amendoim junto a refeição, pode ajudar a evitar essa resposta de endurecimento”. 

“Após uma refeição, os triglicerídeos aumentam e isso geralmente diminui a dilatação das artérias, mas os amendoins impedem isso”, acrescentou.

“E esse pode ser o mecanismo por trás desse efeito, porque triglicérides não ficam tão altos, o que pode explicar por que não há uma diminuição na elasticidade da artéria”.

Para testar os efeitos do amendoim, os pesquisadores recrutaram um total de 15 homens em situação de obesidade e sobrepeso.

O primeiro grupo recebeu uma refeição rica em gorduras e acompanhada de cerca de 90 gramas de amendoim, enquanto que o segundo, a mesma refeição e uma bebida placebo.

Então, foram colhidas amostras de sangue para que fossem testados os níveis de gordura e insulina, bem como imagens de ultrassom para verificação do fluxo sanguíneo dentro das artérias.

Os resultados mostram uma redução de 32% nos níveis de triglicérides no sangue após o consumo do amendoim. 

O estudo, que foi publicado no periódico Journal of Nutrition, também concluiu que o efeito pode ser visto não apenas nos amendoins, mas em uma série de grãos, como as nozes.

Fonte: Daily Mail Fotos: Reprodução / Public Domain Pictures

Jornal Ciência