Comer nozes pode reduzir o risco de doenças cardíacas

O consumo regular de nozes mostrou ser altamente benéfico na redução do risco de doenças cardíacas com efeitos anti-inflamatórios

de Redação Jornal Ciência 0

As nozes são um dos frutos secos mais nutritivos que podemos comer. Além de proteínas, carboidratos e lipídios insaturados, são também ricas em zinco, potássio, fósforo, magnésio e vitamina B6.

Naquele que é o maior e mais longo estudo científico sobre os vários benefícios deste fruto seco, os investigadores descobriram que o seu consumo regular, em adultos mais velhos, pode diminuir o risco de doenças cardíacas, reduzindo a concentração de certos biomarcadores inflamatórios.

Os resultados do estudo, publicado recentemente na revista Journal of the American College of Cardiology, mostram que as pessoas na faixa etária dos 60 e 70 anos que consomem regularmente nozes podem ter uma inflamação menor, um fator associado a um risco menor de doenças cardíacas, comparativamente com aqueles que não comem nozes.

Neste estudo, mais de 600 idosos saudáveis consumiram entre 30 e 60 gramas de nozes por dia ou seguiram a sua dieta padrão, sem nozes, durante dois anos.

Dos 10 marcadores inflamatórios mais conhecidos que foram medidos no estudo, 6 foram significativamente reduzidos com a dieta de nozes.

Entre esses marcadores destaca-se a interleucina-1β, uma potente citocina pró-inflamatória já conhecida por estar associada a taxas maiores de doenças cardíacas, explica o SciTechDaily.

“A inflamação aguda é um processo fisiológico decorrente da ativação do sistema imunológico por lesão, como trauma ou infecção, e é uma importante defesa do organismo”, diz Emilio Ros, autor principal do estudo.

“A inflamação de curto prazo ajuda-nos a curar feridas e a combater infecções, mas a inflamação que persiste com o tempo, causada por fatores como dieta inadequada, obesidade, estresse e tensão arterial alta, é prejudicial em vez de benéfica, principalmente no que diz respeito às doenças cardiovasculares”, complementa o cientista.

As descobertas deste estudo sugerem que as nozes são um alimento que pode diminuir a inflamação crônica, o que pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas.

Ros explica ainda que “as nozes têm uma mistura ideal de nutrientes essenciais […] que provavelmente desempenham um papel no seu efeito anti-inflamatório”.

Fonte: Zap Foto: Reprodução / Pixabay

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!