Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Vídeo: coração de bebê batendo em prato após ser removido para a realização de transplante

de Julia Moretto 0

Henry Dolan, de cinco meses, foi submetido a um transplante de coração há dois meses depois de nascer com duas doenças cardíacas graves. Seus pais Mollie e Sam Dolan, de Minnesota, nos EUA, têm publicado as novidades na página do Facebook.  

Eles publicaram cenas de seu coração ainda batendo após ter sido removido de seu peito e colocado em um prato branco. Esse fenômeno aconteceu porque as células nervosas do coração não são controladas pelo cérebro, assim podem continuar a funcionar depois de ser retirado do corpo.

coracao-de-bebe-batendo-em-prato-apos-ser-removido-para-realizar-transplante
Henry Dolan, de cinco meses, foi submetido a um transplante de coração há dois meses depois de nascer com duas doenças cardíacas graves

Depois de obter a notícia de que um coração tinha sido encontrado para Henry, seus pais escreveram: “Nem sei como escrever isso, mas … após muito tempo conseguimos um coração!”. “Ó meu Deus! Não tenho palavras. Por favor, esteja orando por nós e pela família do doador, como sabemos, eles estão passando por sofrimento inimaginável”, completou.

Henry nasceu prematuro e foi diagnosticado com um problema congênito no coração conhecido como Truncus Arteriosus – um único vaso sanguíneo sai dos ventrículos direito e esquerdo, em vez dos dois vasos normais. Ele também foi diagnosticado com Atresia Mitral, um defeito raro que bloqueia a válvula mitral, que liga as duas câmaras do lado esquerdo do coração, interrompendo o fluxo de sangue entre elas. 

Por esse motivo ele foi colocado na lista de transplante e seus pais esperaram um doador ser encontrado. Na sala de operação, os médicos enviavam fotografias e vídeos para que os pais atualizassem a rede social de Henry. A família recebeu milhares de mensagens de esperança dos internautas. “O que eu testemunhei hoje é nada menos que um milagre. Um milagre dado por uma família que está sofrendo”, uma pessoa comentou.

Família e amigos criaram a página como forma de arrecadar fundos para ajudar a pagar as despesas médicas. “As despesas médicas estão apenas começando para eles. Nós criamos esta conta para ajudar a aliviar um pouco do estresse”, comentou um dos familiares.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ] 

Jornal Ciência