Vídeo mostra prática de injetar substância no camarão para deixá-lo mais pesado

de Julia Moretto 0

Um vídeo mostrou os trabalhadores do Vietnã injetando substâncias em camarões para deixá-los grandes e frescos. 

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

As imagens mostram carboximetilcelulose ou CMC, sendo injetada na cabeça e na cauda do camarão-tigre. Essa prática é realizada para torná-lo mais pesado ​na hora da venda. O Vietnã é a maior fonte de camarões importados da Austrália, e grandes supermercados como Woolworths e Coles os vendem para o consumidor final.

O camarão, principalmente negro e vannamei (camarão-de-patas-brancas), são importados e, na maioria das vezes, congelados crus. A Austrália é conhecida por importar o alimento ecologicamente certificado do Vietnã.

A substância, que não é considerada prejudicial, é dissolvida em água antes de ser injetada no camarão. Carboximetilcelulose é frequentemente usada por confeiteiros, mas muitos têm rotulado os trabalhadores vietnamitas como desonestos pela prática. 

A filmagem, que foi realizada por uma estação de TV vietnamita no início deste ano, caiu na internet e deixou milhares de usuários do Facebook indignados.

O Vietnã exportou cerca de US $ 220 milhões em camarões para a Austrália entre 2014 e 2015, de acordo com dados do GreenpeaceA organização divulgou um novo relatório do ano passado intitulado “Camarão desonesto”, para ajudar os clientes a encontrarem camarões vendidos sem escravidão, destruição do mar ou produtos químicos tóxicos.

O guia de camarão do Greenpeace recomenda camarões NSW, capturados a partir de estuários. O camarão-tigre-preto e o de banana, são cultivados de forma sustentável, em Queensland. Eles alertaram para evitar qualquer camarão vindo do Vietnã, já que há evidência de destruição de manguezais, poluição e uso de uma prática invasiva.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência