No Vietnã, filhotes de tigres congelados são vendidos para produção de “cola milagrosa”

de Merelyn Cerqueira 0

Recentemente, quatro filhotes de tigres, criados em cativeiro, foram encontrados na província de Nam Dinh, no Vietnã.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

O fato é que os animais estavam completamente congelados e embalados à vácuo, como pedaços de carne. Eventualmente, eles seriam vendidos como base para produção de uma cola com “poderes curativos” – feita à base de carne, pele, garras e ossos de animais congelados, usada contra várias enfermidades.

A polícia prendeu o traficante de animais responsável, conhecido pelos moradores locais como Pham Van Tu, de 26 anos, no momento em que estava com os filhotes. Ele alegou ter comprado em um mercado na fronteira do Vietnã com Laos por cerca de R$ 236 e planejava vendê-los por quase R$ 1.000, para um cliente que conheceu através do Facebook. Ele já era acusado de pertencer a uma quadrilha de tráfico de vida selvagem e foi levado sob custódia para interrogatório.

Esse tipo de comércio é muito comum em países asiáticos e as gangues podem ser vistas agindo descaradamente através de anúncios feitos nas redes sociais.

Estima-se que possam haver apenas 30 tigres selvagens vivendo no Vietnã e Laos. Segundo o Mail Online, trata-se de uma nova evidência que sugere que o país, assim como a China, está criando tigres em cativeiro com uma única proposta (e infundada) de produção de “medicamentos” tradicionais através de mera superstição transmitida entre a população, o que está destruindo a fauna.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência