Leite e carne podem causar artrite reumatoide, descobre impressionante estudo. Entenda!

de Merelyn Cerqueira 0

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Central Florida, nos EUA, descobriu que produtos de origem bovina, como carne e leite, estão associados a artrite reumatoide.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Eles verificaram que, apenas nos EUA, quase metade das vacas possuem uma bactéria chamada MAP, que poderia ser a responsável por desencadear a condição em pessoas com risco genético, segundo informações do Daily Mail.

A bactéria em questão é uma subespécie da Mycobacterium, denominada Mycobacterium avium paratuberculose (MAP). Ela foi encontrada em cerca de metade das vacas nos EUA e pode ser transmitida aos seres humanos através do consumo de leite, carne e produtos fertilizantes feitos a partir do esterco de gado contaminado.

O estudo, publicado na revista Frontiers in Cellular and Infection Microbiology, é o primeiro do tipo a vincular produtos bovinos à artrite reumatoide, uma doença autoimune que afeta as articulações, podendo causar dor e deformidade duradouras ou crônicas. Os resultados, por outro lado, podem levar a melhores tratamentos de artrite que visam a bactéria.

Por ser autoimune, ela faz com que o sistema imunológico ataque células saudáveis ​do organismo por engano, resultando em inchaço doloroso nas partes afetadas. “Não conhecemos a causa da artrite reumatoide e por isso estamos entusiasmados por conseguir essa associação”, disse a Dra. Shazia Bég, reumatologista da Universidade de Central Flórida.

Para o estudo, os pesquisadores analisaram amostras de sangue de 100 pessoas. Eles descobriram que 78% das diagnosticadas com artrite reumatoide tinham uma variante do gene PTPN2/22, enquanto que 40% testaram positivas para MAP.

“Acreditamos que os indivíduos que nascem com esta mutação genética e que são posteriormente expostos ao MAP através do consumo de leite contaminado ou carne de gado infectado estão em maior risco de desenvolver artrite reumatoide”, afirmou o Dr. Saleh Naser, pesquisador e especialista em doenças infecciosas.

Embora até certo ponto o leite seja considerado bom para os ossos devido ao cálcio, ele pode não ser tão benéfico para o restante do corpo. Por exemplo, a mesma equipe, em outro estudo, associou a bebida à doença de Crohn, um transtorno inflamatório do trato gastrointestinal.

A artrite reumatoide, que apenas nos EUA afeta 1,3 milhão de adultos, é uma doença inflamatória que causa mudanças permanentes nas articulações, geralmente das mãos, pulsos e joelhos. As mulheres são três vezes mais propensas a desenvolvê-la, juntamente com qualquer outro adulto com histórico da doença na família.

Fonte: Daily Mail / Science Daily Fotos: Reprodução / Minq

Jornal Ciência