Vietnamita de 51 anos perde olhos, nariz e bochechas para doença misteriosa que ninguém consegue diagnosticar

de Redação Jornal Ciência 0

Deitado em uma cama improvisada, o que Huynh Van Dat é gemer de dor e se lamentar.

 

Suas mãos finas são vistas sobre seu peito magro, e seus ossos já estão aparentes sob sua pele. Porém, o mais chocante de tudo é seu rosto, totalmente decomposto com músculos aparentes. A face de Dat foi consumida lentamente por uma doença misteriosa, que já corroeu sua parte superior da boca, suas bochechas e seus olhos. O homem, de 51 anos, de Saigon, sul do Vietnã, não pode mais comer e mal consegue falar.

 

Em um vídeo feito pela imprensa local, é possível ver sua língua se movendo através da cratera em seu rosto, claramente em dor agonizante na maior parte do tempo. Decidimos não mostrar o vídeo, devido ao estado angustiante do homem e as imagens fortes que poderiam ser perturbadoras. Após a história comovente aparecer na imprensa, os melhores médicos no país concordaram em assumir seu caso, tentando ajudá-lo. A esposa de Dat, Huynh Thi Trieu, disse que, embora ele não possa comer ou falar corretamente, ainda estava lúcido e ciente do destino horrível que lhe esperava, desde que começou sofrer os sintomas, há 11 anos.

 

Trieu, também de 51 anos, diz que a condição do marido surgiu pela primeira vez em 2004, quando ele começou a ter hemorragias nasais de três a quatro vezes por dia. Ela contou que apesar dos medicamentos tradicionais serem receitados, ele não apresentou melhora e passou a ter o mesmo problema com seus olhos, precisando lavá-los constantemente. Ao ir ao hospital para ser examinado, os médicos o diagnosticaram com um desvio de septo nasal, levando à uma cirurgia.

 

Porém, seu problema continuou, e um ano mais tarde, descobriu-se que, ao beber água, ela escorria para seu nariz, através de um buraco presente no céu de sua boca. Alguns meses depois, o buraco ficou maior e Dat passou por outra cirurgia. Porém, não resolveu e seu nariz começou a ser corroído. Apesar de dizerem que outra cirurgia poderia resolver seu problema, ele não tinha condições de pagar por ela, e poderia arcar somente com medicamentos, no momento.

 

Sua esposa tentou usar a medicina alternativa à base de plantas, mas nada conseguia reverter a situação. “A doença, que começou com um buraco em seu nariz, simplesmente cresceu e comeu seu nariz, maxilar superior e os olhos. Não há hemorragia, mas dizem que ele pode ter uma a qualquer momento. Além disso, sua dor é terrível”, contou ela.

 

Agora cego, Dat passa seus dias deitado em sua cama improvisada, falando com dificuldade, ainda tendo a habilidade de tato e audição. Apesar de sua condição extrema, a esposa de Dat diz que a família é pobre demais para levá-lo ao hospital. Porém, depois que a história e fotos foram publicadas nas redes sociais, uma equipe de médicos visitou-o e prometeu fazer o possível para ajudar, com o intuito de aliviar seu sofrimento.

No entanto, os relatórios não indicam quando o tratamento irá começar ou se há alguma esperança de reparação dos danos da terrível doença. Até o momento, não existe nenhum tipo de suspeita que se encaixe nos sintomas apresentados. 

 

As imagens são chocantes. Por uma questão de ética, o Jornal Ciência decidiu não as exibir. Porém, caso você queira ver, clique aqui: Foto 1, Foto 2, Foto 3.

[ Daily Mail / Vietnam Net ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.