TOP 15 sinais comuns em todos os psicopatas

de Merelyn Cerqueira 0

Quando pensamos em psicopatia logo vem à mente comportamentos violentos, alucinações ou algum tipo de perturbação. Obviamente que as pessoas que sofrem de instabilidade mental podem exibir tais comportamentos. Mas, considere que, para a Psicologia moderna, as coisas nem sempre são “preto no branco”.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

De acordo com o especialista Dr. Robert Hare, há uma maneira de ajudar a determinar se uma pessoa é psicopata. Chamada de “Dr. Robert Hare’s PCL-R Psychopathy Checklist”, a lista conta com algumas categorias de verificação que podem ajudar um psicólogo a obter informações sobre o estado mental subjacente de uma pessoa.

tracos-comuns-de-psicopatas

No entanto, se uma pessoa se identifica com a maioria das categorias da lista, isso não necessariamente significa que ela seja uma psicopata. Isso porque, as informações dela são usadas apenas como base, uma vez que o diagnostico real só pode ser feito por profissionais.

1 – Charme superficial

Em oposição à timidez ou introversão, um psicopata tende a ser extrovertido, sociável e charmoso. Normalmente, ele sempre sabe o que dizer e faz, mesmo que não seja sua vez de falar. Costumam ter sucesso em muitas relações bidimensionais, mesmo que com poucas pessoas.

2 – Grandiosidade

Os psicopatas frequentemente estão se gabando do fazem, são condescendente e constantemente autoconfiantes, exibindo sempre tendências de grandiosidade. Costumam olhar para o mundo como se estivesse sob os seus pés. Acreditam ser capazes de fazer qualquer coisa, e nada é suficiente para satisfazer os padrões irrealistas em que vivem.

3 – Necessidade de estimulação

Um psicopata não gosta de ficar parado, ou fazer apenas uma coisa por um longo período de tempo. Ele gosta de se arriscar e fazer coisas perigosas apenas para garantir a emoção. Costuma evitar tarefas ou pessoas tediosas, e não conseguem se manter em um trabalho que consideram demasiado maçante por muito tempo.

4 – Mentir patologicamente

Normalmente, quando mentimos sobre algo sempre consideramos uma razão real por trás. No entanto, os psicopatas costumam mentir ou inventar histórias sobre coisas pequenas e triviais sem qualquer fundamento. Eles podem ser astutos ou dissimulados enquanto tentam enganar as pessoas ao seu redor.

5 – Astúcia e manipulação

Uma vez que são capazes de ignorar completamente os sentimentos e bem-estar dos outros, utilizam astúcia e táticas de manipulação para mentir ou trapacear apenas para conseguir o que querem.

6 – Falta de remorso

A maioria das pessoas normais costuma ter uma certa dose de empatia e simpatia. O psicopata, por outro lado, dificilmente possui tais características. Eles geralmente não sentem culpa ou remorso quando fazer algo de errado. Em casos mais extremos, essa categoria é definidora para os assassinos e serial killers.

7 – Insensibilidade

Uma vez que não levam em consideração os sentimentos alheios, são insensíveis ao ponto de dizerem coisas rudes ou odiarem pessoas sem qualquer motivo. Tais ações acabam sempre os colocando em situações constrangedoras.

8 – Dificuldade de controlar comportamentos

Um psicopata sente dificuldade em controlar o próprio comportamento. Eles podem sentirem-se irritados, ameaçados e nervosos em qualquer situação cotidiana. Uma vez que são incapazes de controlar as próprias emoções, podem sofrer bruscas mudanças de humor ou comportamentos irracionais.

9 – Impulsividade

Um psicopata raramente planeja ou faz exceções para seu futuro. Eles não pensam sobre as consequências de suas ações e costumam agir primeiro para colher os efeitos negativos depois.

10 – Negação

Um psicopata jamais admitirá que há algo de errado com ele, e costuma colocar a culpa nos outros por suas ações erradas. Pode ser impossível convencê-lo do contrário, de que são mentalmente instáveis. No entanto, ao usar da astúcia e manipulação, podem convencer as pessoas de que são tão normais quanto qualquer outra.

11 – Estilo de vida parasitário

Neste caso, um psicopata, muitas das vezes, pode agir como um sanguessuga, visando sempre ganhos pessoais e financeiros. É egoísta e se junta a uma pessoa apenas para aproveitar o que ela tem, reduzindo ou evitando qualquer tipo de responsabilidade.

12 – Promiscuidade

Estão sempre à procura de encontros casuais, se envolvendo sempre em relações superficiais apenas para satisfazer seu próprio prazer. Raramente entram em relacionamentos, apesar de sua aparência física ou conexão emocional. São capazes de se relacionar sexualmente com inúmeros parceiros simultaneamente, e costumam falar sobre isso em público sem qualquer problema.

13 – Problemas comportamentais desde a infância

Nem todo mundo tem uma infância perfeita, mas problemas comportamentais em uma idade tão tenra podem ser sinal de que, no futuro, uma pessoa apresente tendências psicopatas. Alguns desses problemas incluem roubo, mentira compulsiva ou uso de drogas – especialmente antes dos 13 anos.

14 – Falta de metas de longo prazo

Diferente das pessoas que costuma sonhar ou estabelecer objetivos, os psicopatas não traçam metas de longo prazo, e se o fazem, elas são frequentemente surreais ou completamente inalcançáveis.

15 – Não assumem a responsabilidade por suas ações

É difícil para um psicopata admitir que fez algo de errado. Isso faz com que eles se tornem propensos a negar a responsabilidade por determinada ação que eles próprios sabem que fizeram.

[ The Richest ] [ Fotos: Reprodução / Pixabay / The Richest ]

Jornal Ciência