Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Sua assinatura revela características e traços ocultos sobre sua personalidade; veja

Cientistas dizem que as observações revelam algo especial quando assinamos nosso nome, refletindo características particulares da personalidade

de Redação Jornal Ciência 0

Um estudo feito em colaboração com cientistas da Holanda e do Uruguai, publicado na revista Journal of Research in Personality, mostra detalhes da personalidade das pessoas baseado em suas assinaturas.

Ao total, 340 voluntários participaram da pesquisa, passando por diversos testes psicológicos, assinando diversas vezes seus nomes que, posteriormente, foram digitalizados e passaram por profunda análise.

A psicologia foi usada para entender o que a escrita da assinatura poderia transmitir sobre os traços e características ocultas, revelando resultados surpreendentes. Pessoas com assinaturas grandes, que ocupavam bastante espaço, possuem traços de “dominância social”.

Isso significa que são muito autoconfiantes e não ficam tímidas perto de pessoas estranhas ou situações inesperadas. São pessoas naturalmente com instinto de líder e/ou extrovertidas.

Mulheres narcisistas tendem a ter assinaturas também maiores, ocupando bastante espaço, longas, ocupando boa parte do espaço da linha. Isso ocorre porque narcisistas tendem a achar que são pessoas muito especiais ou serão “grandes pessoas”, melhor que as outras.

Apesar das análises acima terem citado o tamanho da assinatura, isso não significa que estas pessoas são psicologicamente bem resolvidas. Ou seja, ter uma assinatura ou rubrica grande ou pequena, não significa diretamente ter uma alta ou baixa autoestima.

Evidentemente, as análises não foram feitas de forma aleatória. Diferentemente da grafologia, onde acredita-se que a letra escrita revela sua personalidade, estes psicólogos acreditam que, na verdade, a sua assinatura é a responsável por dizer quem você é.

Se você já ficou horas ensaiando e tentando escrever uma linda assinatura quando garoto, saiba que você não está sozinho. Pesquisas anteriores já mostraram que isso é extremamente comum, sendo encarado pelos psicólogos como algo saudável, uma autorreflexão.

E a grafologia? O que diz?

Para a grafologia, mais detalhes podem ser acrescentados no estudo sobre as personalidades das pessoas através de suas assinaturas.

Assinar apenas com as iniciais do nome: pode revelar que você sente, de alguma forma, culpa interior e confusão.

Assinar nome e sobrenome em planos diferentes: pode revelar existência de conflitos interiores, podendo se sentir confuso em todas as situações que necessitam que uma escolha seja feita.

Assinar nome completo no mesmo plano: demonstração de autoconfiança e segurança sobre si, autoaceitação, mas isso não significa ter os sentimentos completamente resolvidos.

Assinar “apertado”, abreviado ou rabiscado: sentimento de rejeição latente, possivelmente através de más experiências ainda na fase infantil, interpretado como uma vontade ou desejo de esquecer o passado.

Assinar sem o sobrenome paterno ou abreviando-o: problemas não resolvidos com o pai podem estar presentes no subconsciente e que não foram trabalhados durante a adolescência e fase adulta.

Assinaturas muito grandes revelam desejo em ser notado, bem como assinaturas muito pequenas mostram a necessidade de passar despercebido, especialmente em ambientes sociais.

Assinar nome bem maior que o sobrenome mostra atitudes ou comportamentos infantis. Já assinar sobrenome bem maior do que o nome, demonstra necessidade de atingir ou parecer ter status social.

Fonte(s): GreenMe / Super Interessante / Science Direct Imagem de Capa: Reprodução / Fãs da Psicanálise

Jornal Ciência