Nostradamus X Coronavírus: a falsa profecia que causou pânico nas redes sociais

Em tempos de pandemia é preciso muito cuidado para evitar a disseminação de “fake news” que geram desespero na população

de Osmairo Valverde 0

https://www.express.co.uk/news/weird/1232865/Coronavirus-news-did-Nostradamus-predict-China-virus-Nostradamus-prophecy-great-plague

É evidente que a Ciência não compactua com atos de adivinhação, previsão do futuro e qualquer mecanismo que vise usar a crença como base para atestar veracidade. Agora, diversas notícias e posts usando Nostradamus como base foram publicadas nas redes sociais, afirmando que o médico “vidente” tem escrituras antecipando a pandemia do novo coronavírus.

Teoria da conspiração – analisando o caso

Uma quadra de versos chamou a atenção dos entusiastas do trabalho de Nostradamus que teriam interpretado o que poderia ser o aviso antecipado da pandemia do novo coronavírus. As primeiras publicações foram feitas em espanhol (imagem abaixo) no Instagram e Twitter.

Foto: Reprodução / Instagram

“A grande praga na cidade marítima não cessará até que se vingue a morte de um justo aprisionado e condenado por crime algum; a grande senhora é ofendida pela pretensão”, diz a suposta quadra de citação de Nostradamus.


O Jornal Ciência procurou pela citação acima, e não encontrou nenhuma referência desta passagem no livro original “The Prophecies”, o que mostra claramente que o conteúdo foi inventado e disseminado nas redes sociais com objetivo de gerar pânico.

Quem foi Nostradamus?

Michel de Nostredame, famoso em todo mundo pela denominação “Nostradamus”, foi um grande médico francês que viveu no tempo da Renascença e praticava com maestria os conhecimentos da alquimia no século XVI.

Após lançar seu famoso livro “A Profecia”, uma obra com vários grupos de versos de quatro linhas (quadras) e dispostos em blocos de cem (centúrias), ficou conhecido por ser um suposto “vidente”, com previsões para serem codificadas sobre acontecimentos futuros. Ficou tão famoso que era chamado pelos reis, príncipes, princesas e membros da elite à época que buscavam entender o que ocorreria no futuro. Sua fama foi tão grande que até nos dias atuais pessoas buscam entender sua obra.

Em tempos de notícias falsas, as famosas “fake news”, o suposto vidente é sempre lembrado em situações de tragédias, onde místicos adoram citar suas possíveis previsões, como o início da Guerra Mundial, a ascensão de Hitler ao poder, o assassinato de J. F. Kennedy (35º presidente dos EUA) dentre outras profecias que são atribuídas a ele.

O livro, chamado originalmente “The Prophecies”, foi publicado no ano de 1555. Por ter sido escrito em forma de versos com rimas consoantes, permite uma série de interpretações das supostas profecias, abrindo margem para imensas possibilidades de conclusões erradas. Algumas podem ter múltiplos sentidos, e nem mesmo os cientistas especialistas em história e estudiosos de obras antigas, conseguem entrar em acordo sobre os dizeres e significados escritos por Nostradamus.

Fonte: La Nacion

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!