Conheça o garoto norte-americano que pesava 320 quilos com apenas 15 anos

de Merelyn Cerqueira 0

Jacob Miller, desde seu nascimento, já tinha sido considerado anormalmente grande.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Prematuro, ele nasceu cinco semanas antes do programado, pesando 5,5 quilos. Quando completou um ano, estava pesando mais do que o dobro recomendado para sua idade: cerca de 23 kg.

Até o momento de sua adolescência, estava ganhando cerca de 45 kg por ano, sendo que ao atingir 15 anos de idade, seu peso era de 320 quilos, conforme reportado pelo The San Francisco Globe.

garoto-de-apenas-15-anos-chegou-aos-320-kg_01

Desde pequeno, Jacob sofria de diabetes, apneia do sono, doenças cardíacas e hepáticas. Percebendo que o seu tamanho iria, eventualmente, acabar matando-o, os pais do menino embarcaram em uma missão para tornar sua vida mais saudável, juntamente com a ajuda dos médicos de um hospital infantil em Cincinnati, nos EUA.

O garoto foi submetido a uma cirurgia gástrica, para que os médicos ganhassem mais tempo para ajudar na sua recuperação.

O menino precisou seguir uma dieta rígida nas semanas que antecederam a cirurgia, conseguindo perder cerca de 35 quilos e provando sua força de vontade para mudar de vida. No dia 5 de julho de 2013, ele foi internado no Cincinnati Children’s Hospital para realizar o procedimento.

garoto-de-apenas-15-anos-chegou-aos-320-kg_02

A cirurgia, no entanto, era apenas um passo para ajudá-lo na luta contra a obesidade. Sua família reconheceu que um grande esforço seria necessário para que Jacob atingisse um peso saudável.

Assim, um mês após a realização do procedimento, o menino mostrou resultados notáveis: ele havia perdido mais de 100 quilos. 

O apoio da família e amigos foi essencial para que ele conquistasse esse feito. Até mesmo sua melhor amiga, Laura Butler, assumiu o compromisso de começar uma dieta mais saudável na escola, encorajando vários colegas ao mesmo hábito.

Após 12 meses da cirurgia, o garoto já tinha alcançado o seu objetivo de peso saudável. Sobre as dificuldades enfrentadas no período pós-operatório, ele contou ser “difícil, mas não tanto quando era antes da cirurgia”.

“Antes eu não podia fazer nada, andava por cinco minutos e já precisava me sentar. Agora eu posso andar por meia hora”, disse.

Ele conseguiu deixar sua diabetes e apneia do sono sob controle, mas afirmou que o processo ainda não acabou.

“É uma mudança de estilo de vida, você tem que mudar tudo, mas é uma mudança para melhor, só precisa de dedicação”, contou. 

Toda o processo foi registrado em vídeo pelo hospital, e publicado no YouTube, incluindo os progressos, que foram reportados na seção de comentários. 

Fonte: SFGlobe Fotos: Reprodução / SFGlobe

Jornal Ciência