Sabia que você tem vários aracnídeos vivendo no seu rosto?

de Gustavo Teixera 0

O nosso corpo possui uma colônia de micróbios, fungos e vírus. Sem surpresa, pelo menos duas espécies de ácaros microscópicos vivem nos poros de nossas peles.

 

Chamados de Demodex, esses aracnídeos são parentes das aranhas e vivem na pele de mamíferos, inclusive dos seres humanos. Muitas vezes, eles vivem normalmente em uma espécie de coexistência benigna, mas às vezes podem ser prejudiciais e causar sarnas, rosácea e blefarite. O Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte e a Academia de Ciências da Califórnia publicaram um estudo revelando alguns fatos até então pouco conhecidos. Confira a seguir estas curiosidades:

 

1 – Todo mundo tem ácaros

A descoberta revelou que todas as pessoas, sem exceção têm ácaros vivendo em suas peles. Através de métodos de raspagem, pôde-se descobrir que 10 e 25% dos adultos possuíam ácaros no rosto. Mas a questão é que como eles realmente são muito pequenos, não é possível detectar sua presença sempre.

Por outro lado, o biólogo molecular Dan Fergus do Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte, descobriu que o DNA do ácaro podia ser sequenciado na pele do rosto, o que significa que se o DNA do ácaro está em você, existem ácaros em você.

 

2 – Humanos hospedam duas espécies de ácaros não relacionadas entre si

O fato mais intrigante na verdade é como os humanos contraíram os ácaros. É pensado que os ácaros tenham passado pelo processo de coevolução. Ou seja, conforme os mamíferos foram evoluindo, os ácaros também evoluíram e foram se adaptando. Existem duas espécies de ácaros vivendo nos poros da pele de nosso rosto, o Demodex folliculorum e Demodex brevis, mas curiosamente eles não são parentes próximos.

O Demodex brevis está ligado aos ácaros de cachorro, e o Demodex folliculorum está relacionado aos humanos. Isso é um fato curioso, pois mostra as maneiras de como esses ácaros vieram parar em nossos rostos.

3 – Ácaros podem dizer um pouco mais sobre a evolução humana

Os ácaros vivem na pele dos seres humanos há muito tempo. Desde quando os primeiros humanos da África se distribuíram pelo resto do mundo. Portanto, o DNA dos ácaros pode dizer um pouco mais sobre a história evolutiva do homem, bem como traçar as rotas de nossas migrações.

Demodex-folliculorum

Um fato curioso é que o DNA dos ácaros encontrados na China, são diferentes do DNA dos ácaros encontrado nas Américas, mostrando que, apesar de todos termos ácaros, eles apresentam diferenças. 

[ Live Science ] [ Fotos: Reproduções / Live Science ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.