Homens deveriam urinar sentados e não em pé, afirmam urologistas holandeses; entenda o motivo

Urinar em pé é o mais comum entre os homens, mas urologistas explicam que seria melhor, para a saúde masculina, se fosse sentado

de Redação Jornal Ciência 0

Os homens estão acostumados a urinar em pé, e isso inclui uma série de benefícios higiênicos, como não ter que se sentar no vaso sanitário de banheiros públicos, além de conseguirem fazer xixi em diversos lugares.  

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Mas, médicos da Holanda, no entanto, descobriram que urinar sentado pode ser muito benéfico para os homens, especialmente os que sofrem de problemas na próstata.

O benefício ocorre porque, sentados, os homens conseguem eliminar mais facilmente a urina. Os médicos acrescentaram que, quando se sentam, os músculos pélvicos e do quadril relaxam, facilitando a micção.

Ao The Sun, urologistas holandeses fizeram uma pesquisa para explicar que sentado ou agachado seriam as melhores posições para urinar. O Dr. Jesse N. Mills, professor do Departamento de Urologia da UCLA, na Holanda, disse que sentar também é uma opção melhor para os homens que ficam de pé por longos períodos.

“Muitos homens se sentam para fazer xixi se não conseguem esvaziar completamente a bexiga. Quando você se senta, você usa mais os músculos abdominais, eliminando os últimos esguichos e sentindo a bexiga mais vazia”, disse.

No entanto, Dr. Mills acrescentou que a pesquisa não significa que todos os homens agora precisam se sentar na hora de fazer xixi. Ele explicou que, desde que você sinta que sua bexiga se esvaziou completamente, você pode urinar em qualquer posição.

Mas, se ao urinar persistir uma sensação de que “tem um pouco mais para sair”, você deve adotar o hábito de sentar-se no vaso sanitário e procurar orientação de um urologista.

Risco de não esvaziar a bexiga completamente

Você pode não perceber que sua bexiga não está esvaziando adequadamente. Nem sempre conseguimos ter esta sensação bem definida.

O professor Dr. Stergios Stelios Doumouchtsis, obstetra e ginecologista, explicou os perigos e riscos que podem ocorrer quando não conseguimos eliminar totalmente a urina.

“Se a bexiga não estiver esvaziando adequadamente, pode ter retenção urinária e resultar em infecções ou pedras na bexiga. Infecções urinárias podem causar infecção generalizada ou infecções nos rins”, disse, salientando que, caso não sinta que sua bexiga está completamente vazia ao urinar, procure ajuda médica.

Os sintomas incluem um fluxo lento de urina, esforço para urinar, fluxo intermitente, micções duplas ou múltiplas em uma sequência e demora para iniciar a micção.

Esvaziar a bexiga completamente é fundamental para evitar pedras na bexiga. Isso porque a urina é produzida pelos rins e composta de água misturada com resíduos que os rins removem do sangue.

“Um dos resíduos é a ureia, que é composta de nitrogênio e carbono. Se alguma urina permanecer em sua bexiga, os produtos químicos da ureia se unirão e formarão cristais. Com o tempo, os cristais vão endurecer e formar pedras na bexiga”, afirma o Dr. Stergios.

Existem algumas condições médicas que pode dificultar que você consiga esvaziar completamente a bexiga, como nervos danificados e aumento da próstata.

Se a bexiga não for esvaziada, a urina pode se acumular e causar pressão nos rins. Por sua vez, isso pode fazer com que os rins falhem, o que pode ser perigoso e causar lesões duradouras no órgão.

Fonte(s): The Sun Imagens: Reprodução / Thrillist

Jornal Ciência