Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Elon Musk começou a abrir um túnel gigante em Los Angeles

de Merelyn Cerqueira 0

Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX, em janeiro do ano passado, apresentou uma proposta, no evento Hyperloop Pod Competition, para o desenvolvimento de um túnel subterrâneo que poderia aliviar o tráfego de carros, segundo informações da Science Alert.

 

Então, um ano depois do anúncio, ele mencionou que a construção do túnel poderia começar em Los Angeles, EUA, até o final de fevereiro. No entanto, no último fim de semana, e utilizando um modelo novo de máquina de perfuração, ele começou o projeto como parte de uma demonstração da SpaceX.

 

Embora a máquina tenha criado um mero buraco, a equipe tem a intenção de construir todo o túnel. Musk não falou claramente como a ideia irá funcionar, mas Hyperloop, um sistema conceitual de transporte de alta velocidade que vem sendo desenvolvido pelo CEO da Tesla, parece estar envolvido. Musk chegou a publicar uma foto conceitual do projeto no Twitter, mas mostrava apenas uma parte de uma maciça máquina de tunelamento.

 

Embora elas já existissem, o modelo projetado pela empresa de Musk é único, uma vez que torna o processo de tunelamento mais rápido, fazendo a escavação quase 10 vezes mais rápido do que os métodos convencionais. Logo, se a máquina do empresário de fato puder tornar o método de tunelamento mais rápido, o trânsito subterrâneo poderá se tornar cada vez mais popular. Os túneis seriam uma solução eficaz para o tráfego pesado, especialmente em áreas urbanas.

 

O projeto em questão se encaixa na missão da Tesla para aliviar o tráfego, reduzir o consumo de combustível e emissão de poluentes. A máquina de perfuração, por outro lado, está de acordo com a missão da SpaceX para estabelecer uma colônia em Marte, que ocorrerá em um futuro próximo, segundo as ambições de seu CEO.   A ideia é que as perfurações no Planeta Vermelho criem habitats subterrâneos que protegeriam os colonizadores do frio extremo, baixa pressão e radiação elevada do local.

[ Science Alert ] [ Fotos: Reprodução / Science Alert ] 

Jornal Ciência