Elon Musk se torna o maior acionista do Twitter e pergunta: “Vocês querem botão de editar?”

de Redação Jornal Ciência 0

Elon Musk, CEO da Tesla e o humano mais rico do mundo, criou na última segunda-feira uma pesquisa no Twitter perguntando aos usuários se eles querem um botão de editar na plataforma, logo após se tornar o maior acionista individual da gigante da mídia social.

“Vocês querem um botão de editar?”, perguntou ele aos usuários da plataforma.

Musk assumiu uma participação de 9,2% na empresa. Ele comprou quase 73,5 milhões de ações do Twitter. Com isso, a participação de Musk na empresa está cotada no valor de 2,89 bilhões de dólares.

O fundador da plataforma, Jack Dorsey, tem uma participação de 2,25% no Twitter.

A notícia da compra fez com que as ações do Twitter disparassem mais de 20%, aumentando drasticamente o valor da participação de Musk. Ele publica regularmente no Twitter, onde tem mais de 80 milhões de seguidores.

Os usuários do Twitter há muito pedem um botão de edição, e a plataforma de mídia social pareceu provocar, em 1º de abril, que estava “trabalhando em um botão de edição”.

Em 2019, o líder de produtos do Twitter, Kayvon Beykpour, disse que um botão de edição era uma possibilidade: “Acho que devemos construir em algum momento, mas não está nem perto do topo de nossas prioridades”.

Em janeiro de 2020, Dorsey disse à Wired que o Twitter provavelmente nunca lançaria um botão de edição, afirmando que começaram a empresa como um serviço de mensagens de texto e que queríamos preservar essa vibração, ou seja “quando você envia um texto, você realmente não pode voltar atrás”.

Fonte(s): Epoch Times Imagens: Reprodução / Redes Sociais

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Jornal Ciência