A França irá banir a criação de orcas e golfinhos em cativeiro

de Merelyn Cerqueira 0

O maior parque de animais marinhos da Europa, o Marineland, na comuna de Antibes, na França, está prestes a aderir uma ordem ministerial que proibirá a reprodução e criação de cetáceos em cativeiro, de acordo com informações de Le Parisien.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

 

Porque a lei abrange todos os cetáceos, ela não fala apenas os golfinhos e orcas, mas também dos marsuínos (botos). Ela determina que os animais que já vivem em cativeiro não poderão mais interagir com o público –como era possível em alguns parques onde os visitantes podiam tocar, alimentar ou nadar com os animais.

  golfinho

Ainda, os tanques deverão ser ampliados para que esses animais sejam afastados o máximo possível dos seres humanos e outras espécies que vivem em cativeiros próximos. No momento, a França possui quatro aquários em situação operante, que estão disponíveis para observação e interatividade.

 

A legislação sugere que os parques adaptem seus tanques de acordo com as novas determinações em até três anos, enquanto as outras regras deverão ser acatadas até os próximos cinco meses.

[ Le Parisien ] [ Fotos: Reprodução / Le Parisien ]

Jornal Ciência