Analista da Bloomberg acredita ter descoberto a identidade do criador do Bitcoin

Eric Balchunas chegou à sua conclusão com base em todos os dados que estudou sobre Satoshi Nakamoto, apelido pelo qual o criador da popular criptomoeda é conhecido

de Redação Jornal Ciência 0

Um analista da Bloomberg para fundos negociados em bolsa (ETFs), Eric Balchunas, revelou a identidade do que ele acredita ser o criador do Bitcoin.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Em um tweet publicado no último domingo, Balchunas garante que a criptomoeda foi obra do programador americano Hal Finney.

Segundo ele, para chegar a essa conclusão se baseou em todos os dados que estudou sobre o misterioso Satoshi Nakamoto, apelido pelo qual é conhecido o lendário criador do Bitcoin — e que ninguém jamais soube a verdadeira identidade.

Seu tweet é acompanhado por uma captura de tela de uma postagem no fórum de 1993 em que Finney descreve uma ideia para “crypto trading cards”, essencialmente o que agora são chamados de tokens não fungíveis (NFTs) — um tipo especial de token criptográfico que representa algo único!

Finney é conhecido como um dos primeiros apoiadores do Bitcoin, que não apenas ajudou a melhorar a rede BTC, mas teria se correspondido por e-mail com Nakamoto, fazendo a primeira transação de Bitcoin com ele em 2009. O homem morreu em 2014 aos 58 anos de esclerose lateral amiotrófica.

Nos últimos anos, há quem afirme que por trás da figura de Nakamoto estaria o britânico Adam Back, diretor executivo da Blockstream. Houve até quem alegou ser o criador do Bitcoin, como o cientista da computação e empresário australiano Craig Wright.

Em abril passado, Wright recebeu permissão de um tribunal de Londres para processar por violação de propriedade intelectual um grupo de pessoas desconhecidas, que se autodenominam Cobra, e controlam o portal bitcoin.org.

Fonte(s): RT Imagens: Reprodução / Unsplash / Executium

Jornal Ciência

no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Obs: É necessário salvar nosso número e enviar “olá” para validar o cadastro. São milhares de leitores. Aproveite. É grátis!

Jornal Ciência