Jovens estão “cheirando camisinhas” e tirando-as pela boca em um novo e perigoso desafio da internet

de Merelyn Cerqueira 0

A internet sempre foi e será uma plataforma para inúmeras bizarrices, entre elas um desafio que surgiu pela primeira vez em 2007. Chamado de “condom challenge” (desafio da camisinha), ele envolve a inalação completa de um preservativo que deve ser retirado pela boca.

 

O desafio, que retornou recentemente às redes sociais, vem fazendo manchetes em todo o mundo, segundo informações do Daily Mail. O problema, no entanto, segundo especialistas em saúde, é que a inalação da camisinha pode causar asfixia, bem como o lubrificante presente pode causar reação alérgica ou infecção.

Em um vídeo publicado na internet em 2015, um jovem é visto desembrulhando um preservativo e desenrolando-o antes de enfiá-lo em uma das narinas. Então, ao fechar a outra narina, estremece quando a camisinha entra completamente. Segundos depois, ele engasga no momento em que tira o preservativo pela boca.

Embora perturbador, este não é o único vídeo do desafio publicado na internet. No YouTube ainda é possível ver dezenas de outros semelhantes.

De acordo com Bruce Lee, professor associado da Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, que abordou a tendência em um artigo publicado recentemente pela Forbes, o desafio é uma péssima ideia.

Quando usar uma camisinha é uma má ideia? Quando você está tentando cheirá-la para puxá-la pela boca”, escreveu. “Mesmo que consiga puxar o preservativo com sucesso pela boca, inalá-lo pode ser muito desconfortável e potencialmente doloroso”, acrescentou. “Será que tudo isso realmente vale a pena apenas para obter mais curtidas e visualizações?”.

Segundo ele, a brincadeira pode resultar em asfixia, uma vez que a borracha pode ficar presa nas vias aéreas e bloquear a capacidade de uma pessoa respirar. Além disso, o lubrificante e espermicida presente nas camisinhas podem irritar o revestimento interno do nariz, causando reações alérgicas e possíveis complicações.

Ainda, engolir acidentalmente um preservativo pode levar a danos graves. Por exemplo, em 2016, uma mulher de Camarões precisou remover cirurgicamente o apêndice após a obstrução causada por um preservativo lhe causar apendicite.

Em outro caso, publicado em 2004 em uma revista médica indiana, foi descrito que uma mulher desenvolveu pneumonia após aspirar sem querer um preservativo. O “Condom Challenge” existe na internet há um bom tempo, com alguns dos primeiros vídeos datados de 2007. Em 2013, um canal foi criado na rede dedicado ao desafio, contendo mais de 100 vídeos de participantes.

Já no início do ano, outra tendência viral perigosa tomou a internet, desta vez envolvendo o consumo de cápsulas de detergente de roupas. Autoridades de saúde relataram pelo menos 40 casos de jovens que procuraram ajuda médica relatando queimaduras químicas internas.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!