Rinoceronte que teve os chifres arrancados passa por cirurgia pioneira para fechar ferida infestada por vermes

de Merelyn Cerqueira 0

Na província de Cabo Oriental, na África do Sul, uma fêmea de rinoceronte chamada Hope teve os chifres e parte de seu rosto cortados por caçadores, sendo deixada para morrer.

 

Dessa forma, uma ferida de pouco mais de 50 centímetros ficou em seu rosto e ficou infestada de vermes. Assim, recentemente, especialistas do grupo Saving the Survivors realizaram um procedimento pioneiro de reconstrução facial na tentativa de fechá-la.

rinoceronte-ferido_1

O procedimento consistiu em fixar elásticos metálicos nas cavidades nasais expostas, além de uma placa de aço colocada sobre a ferida. “Nós estamos esperando que essa cavidade se aproxime mais e depois vamos colocar uma matriz de colágeno sobre a ferida para que as células comecem a crescer”, disse a veterinária Suzanne Rudham para o Independent Online.

rinoceronte-ferido_2

O equipamento para a cirurgia foi fornecido pela empresa canadense Southmedic através de seu distribuidor sul-africano, Surgitech. “Estamos confiantes na maneira que ele funciona com a pele humana, e esperamos que a mesma reação aconteça com a pele do rinoceronte”, disse Genna Woodrow, gerente da Southmedic.

rinoceronte-ferido_3

Hope possui cinco anos de idade e, desde o ataque, já está começando a desenvolver novamente os chifres. Ela foi submetida a cinco cirurgias e, segundo os veterinários, está 60% curada.

A África do Sul, lar da maior parte dos rinocerontes do mundo, tem lutado cada vez mais para conter a matança da espécie. Os chifres cobiçados pelos caçadores são aceitos em regiões da Ásia, especialmente no Vietnã, onde as pessoas acreditam conseguir benefícios medicinais – algo não comprovado cientificamente. O chifre do animal é constituído de queratina, uma proteína encontrada também em unhas humanas.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.