Remédio à base de maconha é aprovado pela 1ª vez no Brasil

de Julia Moretto 0

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de um medicamento à base de maconha no tratamento de espasticidade em pacientes que sofrem de esclerose múltipla.

 

O medicamento é o primeiro à base de Cannabis aprovado no país. Conhecido como Mevatyl, a substância possui tetraidrocanabinol (THC) em concentração de 27 mg/mL e canabidiol (CBD) em concentração de 25 mg/mL. Outros 28 países, como Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Suíça e Israel, já aprovaram o medicamento.

canabidio_01

A droga é recomendada para pacientes adultos com espasticidade de grave a moderada relacionada à esclerose múltipla, que não respondam a outros tipos de tratamento e que demonstrem melhora com a utilização do Mevatyl após um período inicial. A Anvisa aprovou o medicamento, mas ressaltou que o produto não é indicado para pessoas com epilepsia e não deve ser usado por menores de 18 anos. Essa liberação foi de grande importância, pois a Anvisa somente liberava a importação de medicamentos à base de Cannabis sativaquando comprados em outros países.

 

Algumas medidas ainda precisam ser tomadas após o registro do medicamento pela Anvisa. O próximo passo é aguardar o preço do produto pelo Comitê Técnico Executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão coordenado pela Anvisa composto por representantes dos ministérios da Fazenda, Saúde, Justiça, Desenvolvimento e Casa Civil. Só depois que esse processo for estabelecido, o medicamento poderá ser vendido no Brasil.

 

O Mevatyl será fabricado pela GW Pharma Limited, no Reino Unido, e distribuído pela BeaufourIpsen Farmacêutica.

[ Estadão ] [ Fotos: Reprodução / Public Domain Pictures / Brasil.gov ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!