Elefantes ameaçados de extinção procuram comida em lixão e morrem ao ingerir plásticos

Especialistas alertam sobre a saúde dos elefantes que procuram, desesperados, comida em lixão no Sri Lanka

de Redação Jornal Ciência 0

Cientistas alertam que no último fim de semana, 2 elefantes morreram após engolir plásticos do aterro a céu aberto, localizado em Pallakkadu, no leste do Sri Lanka.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Além disso, a fome dos animais aumenta a concentração de indivíduos no local, o que já levou a morte de 20 elefantes nos últimos 8 anos quando funcionários faziam a limpeza.

Os 2 elefantes encontrados mortos na semana passada tinham grandes quantidades de sacolas plásticas e outros detritos em seus estômagos, alertaram os especialistas locais.

Nihal Pushpakumara, veterinário especialista na vida selvagem, comentou: “Polietileno, embalagens de alimentos, plásticos, outros não digeríveis e água foram as únicas coisas que pudemos ver na autópsia. A comida normal que os elefantes comem e digerem não estava presente”.

No Sri Lanka, o número de elefantes diminuiu drasticamente nos últimos anos, passando de 14.000 no século 19 para apenas 6.000 em 2011, dizem os relatórios oficiais do país.

Fonte(s): The Sun Imagens: Reprodução / The Sun

Jornal Ciência

no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Obs: É necessário salvar nosso número e enviar “olá” para validar o cadastro. São milhares de leitores. Aproveite. É grátis!

Jornal Ciência