A galinha que sobreviveu 9 dias sem a cabeça após ser alimentada por monges

de Merelyn Cerqueira 0

Uma galinha da província de Ratchaburi, na região central da Tailândia, foi saudada como uma “verdadeira guerreira” por sobreviver mais de uma semana após ter sido decapitada. A ave foi adotada por monges que a alimentaram bombeando comida pelo pescoço com a ajuda de seringas.

 

A galinha sem cabeça virou manchete nos jornais, após vídeos e fotos se tornarem virais na internet. Ninguém esperava que ela sobrevivesse tanto tempo sem a cabeça. Sua história foi compartilhada pela primeira vez no Facebook, por meio do usuário Noppong Thitthammo, acompanhada de fotos mostrando o animal mutilado.

Ele escreveu que a ave estava sendo alimentada por um veterinário no distrito de Mueang Ratchaburi. O médico colocava gotas de comida em seu pescoço e lhe dava antibióticos para evitar a infeção dos severos cortes. “O animal tem sua vida. Se ele quer viver, nós o alimentamos“, disse o veterinário Supakadee Arun Thong, à mídia tailandesa.

 

Ninguém sabe exatamente como a galinha perdeu a cabeça, embora exista a suspeita que ela tenha sido atacada por um predador. No entanto, independentemente das circunstâncias, todos concordam que a decapitação deveria ter sido fatal. O problema é que a ave se recusou a morrer quando decapitada. E ela não só sobreviveu, como também ficava em pé e andava normalmente, só que sem direção.

No início, a maioria dos usuários achavam que a história era uma farsa, e que as fotos tinham sido editadas. Mas, a galinha apareceu em vários programas de TV da Tailândia e os vídeos começaram a circular online em diversas manchetes de jornais em todo o mundo.

 

Após notar que a galinha precisaria de cuidados vitalícios, Supakadee Arun Thong a colocou em adoção. Ela foi aceita por monges em um templo budista na província de Ratchaburi. Eles cuidaram da galinha, alimentando-a até o dia de sua morte.

 

Este “fenômeno” não é a primeira vez

Esta, no entanto, não é a primeira vez que um frango sobrevive sem a cabeça. Entre os anos 1945 e 1947, uma galinha apelidada de Mike, sobreviveu impressionantes 18 meses sem a cabeça.

 

Embora sua história também tenha sido julgada como falsa, ela foi confirmada por pesquisadores da Universidade de Utah, em Salt Lake City (EUA).

 

Como é possível? Qual a explicação?

Esse tipo raro de sobrevivência aparentemente está ligado a anatomia única da galinha. O cérebro dela está localizado em um lugar no crânio em um ângulo que, se for decapitada para o alto do pescoço, a parte posterior do órgão, que controla funções automáticas como a respiração, pode permanecer intacta.

 

Sendo assim, se a jugular de alguma forma não for quebrada ou cortada, evitando que a ave sangre até a morte, ela aparentemente pode sobreviver sem a cabeça, mesmo que isso soe extremamente bizarro.

[ Fonte: Daily Star / Express / The Denver Post ]

[ Fotos: Reprodução / Daily Star / The Denver Post ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.