A comovente história do soldado que se recusou a saudar Adolf Hitler

de Julia Moretto 0

Em 1930, diversos soldados foram recrutados para o exército nazista, quando a ideologia de Adolf Hitler ganhou mais vida do que nunca. Um desses soldados foi August Landmesser, que ficou famoso por não fazer a saudação nazista.

 

Durante o lançamento de um navio da Marinha Alemã, uma multidão de pessoas se reuniu em Hamburgo.

a-comovente-historia-do-homem-que-se-recusou-a-saudar-adolf-hitler_2

Enquanto todo mundo levantou o braço para fazer a saudação nazista, um soldado permaneceu com os braços cruzados. Esse alemão foi expulso do Partido Radical em 1935 ao se casar com uma mulher judia, Irma Eckler. Ele foi acusado de traição sob as Leis de Nuremberg e depois fugiu com sua esposa a buscar refúgio em Hamburgo.

a-comovente-historia-do-homem-que-se-recusou-a-saudar-adolf-hitler_3

O casal teve duas filhas e ele foi preso sob o crime de “desonra racial”. Pouco se sabe sobre a esposa, mas acredita-se que ela tenha sido presa pela Gestapo. Suas filhas – Ingrid e Irene – foram separadas.

a-comovente-historia-do-homem-que-se-recusou-a-saudar-adolf-hitler_4

 

Landmesser foi libertado da prisão em 1941 e convocado para lutar na Segunda Guerra Mundial. Ele logo desapareceu e foi declarado legalmente morto.

 

Uma de suas filhas, Irene, que cresceu completamente separada da família, escreveu sua história em 1996, para revelar a dor pela qual passaram.

[ Upsocl ] [ Fotos: Reprodução / Upsocl ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.