Cofundador do WhatsApp revela o que os brasileiros mais fazem no aplicativo

de Julia Moretto 0

Iphone-Technology-Sms-Telephone-App-Whatsapp-Tech-1212017

O WhatsApp possui cerca de 1,2 bilhão de usuários no mundo. Desses, cerca de 100 milhões são brasileiros. Com essa parcela significativa, os funcionários do aplicativo puderam analisar o que os brasileiros mais gostam de fazer no app.

 

Segundo o cofundador do WhatsApp, Brian Acton, o uso da ferramenta de voz é popular. “Os brasileiros usam muito a voz, fazem muitas ligações. Vocês gostam de falar, creio eu. É uma característica cultural. Fiquei positivamente surpreso ao descobrir isso. Depois do lançamento das chamadas de voz, percebemos o quanto as pessoas gostam do recurso”, comentou Acton em entrevista ao site Exame.com.

 

O especialista também comentou sobre a repercussão que o aplicativo causou na vida das pessoas depois de sofrer três bloqueios, devido à falta de colaboração com a Justiça em casos de investigação. Segundo ele, as medidas foram injustas, pois as autoridades pediam informações que a tecnologia não tinha como oferecer.

Quando questionado se o WhatsApp poderia abrir um escritório aqui no Brasil, o especialista respondeu: “Vamos avaliar isso conforme crescemos. Mas agora é mais fácil e prático gerenciar tudo daqui da Califórnia”.

 

Até o momento, o WhatsApp conseguiu ignorar ordens da Justiça justamente por não ter uma representação no nosso país. Alguns juízes já tentaram chegar à empresa, que pertence ao Facebook, porém não tiveram sucesso. O Facebook também sofreu com a situação e um de seus funcionários foi preso devido o imbróglio do WhatsApp com os tribunais.

[ Exame ] [ Fotos: Reprodução / Max Pixel ]