Picada de carrapato deixou paciente 16 anos em profunda agonia lutando pela vida

de Merelyn Cerqueira 0

Rhiannon Collins, de 23 anos, tinha apenas quatro anos de idade quando foi picada por um carrapato enquanto brincava em um parque em Erith, Londres.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Durante 16 anos ela sofreu com perda grave de memória, dores musculares paralisantes e fadiga extrema, até que há três anos foi diagnosticada com a doença de Lyme. Atualmente em terapia, Collins já esgotou as economias de sua mãe para pagar o tratamento. Ela acredita que se tivesse sido diagnosticada mais cedo sua condição não teria se tornado tão grave. As informações são do Daily Mail.

garota-picada-carrapato-3

Collins conseguiu viver relativamente bem até ser atingida pelo estresse da faculdade. Após participar de um evento para calouros, entrou em colapso, passando os dois anos seguintes confinada em casa.

Incapaz de andar, comer ou usar o banheiro sozinha, ela sentia tantas dores que chegou a escrever um testamento caso morresse.  Segundo ela, a doença lhe “eliminou a dignidade”, já que não conseguia mais se mexer e sentia dores por todo o corpo.

“Passei de independente para não poder tomar banho ou ir ao banheiro sozinha”, disse. “Eles não sabiam o que estava errado comigo, então pensavam que estava morrendo”.

garota-picada-carrapato-4

Os sintomas frequentemente lhe faziam chorar, bem como se esquecer dos nomes dos entes queridos mais próximos. Embora tenha feito exames ao longo dos muitos anos que sofreu com a doença, todos eles voltaram negativos para doença de Lyme.

Somente quando atingiu os 20 anos Collins foi propriamente diagnosticada.Apesar de receber tratamento, ela ainda luta para conseguir sair de casa e por isso precisa ser visitada pelos amigos na cama. Ela também sofre de problemas de coração, estômago, enxaquecas, tonturas, tremores e perda de cabelo e pelos.

garota-picada-carrapato-2

Collins argumenta que sua condição não teria se agravado tanto se os médicos fossem mais bem treinados para detectá-la de maneira mais precoce.

Portanto, decidiu contar sua história para aumentar a conscientização sobre doença.Em julho de 2017, cientistas afirmaram ter desenvolvido uma vacina que oferece “100% de proteção” contra a doença de Lyme.

garota-picada-carrapato-1

O medicamento aparentemente usa um anticorpo que impede que a doença seja passada do carrapato para o corpo. A doença de Lyme é uma das infecções de crescimento mais rápidas no mundo ocidental. Celebridades como a modelo Bella Hadid e a cantora Shania Twain são algumas das pessoas que sofrem com a condição.

Fonte: Daily Mail Fotos: Reprodução / Daily Mail

Jornal Ciência