A verdade sobre o vídeo do rato tomando banho que chocou a internet!

de Merelyn Cerqueira 0

A não ser que você tenha permanecido desconectado do mundo nestes últimos dias, você certamente deve ter visto na internet o vídeo de um rato tomando banho e se limpando o como se fosse um ser humano.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

O vídeo, que se tornou viral primeiramente no Reddit e Twitter, foi publicado no Youtube por Jose Correa, um internauta do Peru.

As imagens levantaram muitas discussões a respeito de ser verdadeiro, da espécie exibida e se o animal estava de fato sendo maltratado.

O vídeo em questão surpreendentemente se tornou viral em todo mundo, virando notícia em portais de peso na Europa, EUA e Brasil, alcançando mais de 9 milhões de visualizações em poucos dias. Logo, o assunto se tornou pauta para uma série de especialistas, que de fato confirmaram sua veracidade.

Aparentemente, o vídeo foi gravado no Peru e o rato teria sido encontrado se esfregando sob a torneira de uma das pias da casa de Jose Correa, autor da publicação.

No entanto, segundo apresentado pelo Correio Braziliense, Buzzfeed Brasil, IFL Science, Newsweek e Gizmodo, não é exatamente um rato que vemos na filmagem, mas sim uma pacarana (espécie Dinomys branickii), um roedor nativo da América do Sul e comumente encontrado nas florestas tropicais da Amazônia Ocidental.

“Com o tamanho da cabeça, posição bípede, flexões flexíveis, cauda rígida curta e cor consistente, este animal se encaixa na identidade de uma pacarana”, afirmou o biólogo evolutivo Dallas Krentzel ao Newsweek.

“Um roedor não faria isso a menos que houvesse algo que realmente desejasse se livrar”, disse o biólogo Tuomas Aivelo, da Universidade de Helsinque – na Filândia, à Gizmodo. “Isso é provavelmente um problema para ele. Ele só quer se livrar do sabão”.

Embora não saibamos ao certo como o animal terminou com o produto no corpo, há quem acredite que alguém deliberadamente o tenha feito. “Meu palpite é que alguém se aproveitou desse roedor”, disso o professor associado Jason Munshi-South à Gizmodo, acrescentando que acredita ser possível o animal estar sofrendo.

Contudo, e para acrescentar mais controvérsia à interminável história do rato tomando banho, um novo vídeo surgiu na internet mostrando uma amigável pacarana sendo acariciada em uma barraca de feira, provavelmente no Peru.

É possível ouvir o rapaz chamá-la de “machetero”, como é conhecida a pacarana no país, enquanto ela realiza os mesmos movimentos que o roedor do polêmico primeiro vídeo.  Confira: 

Fonte: IFL Science / News week Foto: Reprodução / IFL Science

Jornal Ciência