Segundo psicólogos, mentir sobre Papai Noel pode prejudicar a confiança que a criança tem nos pais

de Gustavo Teixera 0

Um novo estudo está avisando aos pais que mentir para as crianças sobre a existência do Papai Noel poderia trazer algum dano à relação familiar.

O psicólogo Christopher Boyle e a pesquisadora de saúde mental Kathy McKay disseram para a revista Lancet Psychiatry, que mentir sobre a existência do Papai Noel poderia danificar intensamente a confiança que as os filhos têm nos pais e lhes trazer um desapontamento, ao perceberem que a vida não é tão mágica quanto o imaginado.

“A moralidade de fazer crianças acreditarem em tais mitos tem que ser questionada. Todas as crianças acabarão descobrindo que foram enganadas por anos, e isso pode fazer com que se perguntam quais outras mentiras lhes disseram”, afirmou Professor Boyle, da Universidade de Exeter, da Inglaterra.

“[…] é uma questão interessante, também é interessante perguntar se mentir dessa maneira afetará as crianças com fatores que ainda não foram considerados”, acrescentou Boyle.

Já os pais acreditam que eles mentem em uma tentativa de reviver a magia e a alegria da infância. “A persistência dos fãs de histórias como ‘Harry Potter’ e ‘Star Wars’ na idade adulta demonstra esse desejo de voltar à infância”, comentou Dr.ª McKay, da Universidade da Nova Inglaterra, na Austrália. “Por exemplo, um adulto reconfortando uma criança e dizendo que seu animal falecido irá para um lugar especial é indiscutivelmente mais agradável do que dizer a verdadeira a morte do animal”, dizem os psicólogos no estudo.

O estudo diz que acreditar em Papai Noel também pode ser visto como um reflexo da capacidade de uma criança de imaginar e criar, algo que perdemos quando envelhecemos.

Independentemente da pesquisa, quase todas as pessoas um dia já acreditaram em Papai Noel e superamos a revelação dessa mentira. A vida segue.

[ IFL Science ] [ Foto: Reprodução / IFL Science ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!