Reação alérgica: paciente tem rosto “apodrecido” após tomar antidepressivo

de Merelyn Cerqueira 0

Mpho Boadia, de 36 anos, precisou tomar antidepressivos prescritos após a morte de um amigo. Semanas depois, ela desenvolveu uma reação por todo o seu corpo.

Logo, foi diagnosticada com uma condição chamada Síndrome de Steven Johnson, causada pela reação do sistema imunológico a medicamentos. Seu corpo e rosto ficaram coberto de bolhas, sendo necessário o seu encaminhamento para a UTI. Eventualmente, a terapia intensiva ajudou para que se recuperasse gradualmente.

Sindrome-de-Steven-Johnson_02

A princípio, os médicos acreditavam na possibilidade de que estivesse com catapora, contudo, as bolhas pioravam cada vez mais. Após o diagnóstico da síndrome rara e potencialmente fatal, ele teve a pele tratada. “Foi horrível, doloroso, emocionalmente e fisicamente difícil. Meu rosto estava apodrecendo. Eu estava cheia de bolhas, que coçavam, queimavam e se espalhavam por todo o meu corpo”, disse. “Quando eu dormia, minha pele se rasgava, não tinha mais nada nos pés e minhas unhas haviam caído”.

Boadia, mãe de Emo e Tihale, gêmeos de nove anos de idade, precisou ser tratada com uma série de antibióticos. Logo, foi transferida para uma unidade de isolamento, onde passou cerca de duas semanas ganhando e perdendo a consciência. Depois, foi transferida para UTI, e sua família foi avisada que ela poderia não sobreviver.

Sindrome-de-Steven-Johnson_04

Contudo, dentro de algumas semanas, ela começou a se recuperar. Os médicos lavavam sua pele com algodão, e, eventualmente, recebeu alta do hospital. Ela contou que lentamente recuperou as forças, e hoje, três anos depois do ocorrido, está completamente recuperada.

A Síndrome de Steven Johnson (SJS) é uma condição rara originária de um “excesso de reação” do sistema imunológico, em resultado de uma infecção pequena ou um medicamento qualquer. Leva a formação de bolhas e descamação da pele, incluindo superfície dos olhos, boca e garganta, podendo ser fatal.

Foi nomeada em 1922, após dois pediatras norte-americanos a diagnosticarem. Quando ocorre em crianças são resultados de infecções virais, como caxumba, herpes, gripe e vírus Epstein-Barr. Nos adultos, reações a medicamentos analgésicos e antibióticos são mais comuns.

Sindrome-de-Steven-Johnson_03

Os sintomas são semelhantes aos de uma gripe, seguidos de erupções vermelhas ou arroxeadas na pele e extremamente dolorosas. Em seguida, a camada afetada da derme morre. Pode levar, também, a cegueira (pois a córnea também é descamada) e danos nos pulmões. Seu tratamento é feito com fluidos IV; antibióticos, para deter infecções secundárias; fórmulas de alto teor calórico para promover a cicatrização; além de morfina, para diminuir a dor.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Jornal Ciência