Por que dizem que o refrigerante de garrafa de vidro é mais gostoso do que o de lata?

de Rafael Fernandes 0

Uma bioquímica finalmente explicou o porquê dos refrigerantes de garrafa de vidro serem muito mais gostosos do que as versões de outras embalagens – se você gosta de refrigerantes, é claro. A mágica está escondida nos polímeros!

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

A “receita” dos refrigerantes é sempre a mesma – de acordo com cada marca – em uma lata de metal ou em uma garrafa de vidro. Porém, de acordo com a bioquímica e fundadora da Science by Design, Sara Risch, a diferença de sabor é por conta de como o líquido reage com polímeros da embalagem.

As embalagens são compostas por polímeros, que podem adicionam propriedades ao material que as preenche. E mesmo que as agências de padrões alimentares regulem o contato entre alimentos e sua embalagem, existem pequenas quantidades que podem ser aceitas, de acordo com a Popular Science. “Enquanto empresas de embalagens e de alimentos trabalham juntas para evitar quaisquer interações, algumas podem ocorrer”, explicou Sara.

Nas latas de alumínio, os polímeros de revestimento interno da embalagem podem absorver algum agente aromatizante solúvel da bebida. Enquanto isso, o acetaldeído, polímero que é usado em garrafas de plástico, pode ser transferido para o refrigerante no interior da garrafa, alterando sutilmente seu sabor.

De acordo com Sara, o vidro é a substância mais inerte utilizada para a embalagem, portanto, dá a experiência de beber um sabor praticamente inalterado. Não obstante, não importa qual o tipo de embalagem que você prefira, os riscos para a saúde do consumo excessivo de refrigerantes ainda serão os mesmos.

[ Mirror ] [ Foto: Reprodução / Notcot ]

Jornal Ciência